Rondônia, 16 de dezembro de 2017

Pedagogo Carlinhos de Jesus palestra no encerramento do ano letivo

Professores da Rede Municipal de ensino lotaram o Teatro Municipal de Cacoal na manhã desta segunda-feira (4) para o evento que marca o encerramento do ano letivo e que contou com a presença de Carlinhos de Jesus. Dançarino e coreógrafo, o artista, que também é pedagogo, fez uma palestra falando sobre a arte e a Educação no Brasil e interagiu com os professores, além de fazer apresentação de dança.

A prefeita Glaucione Rodrigues fez breve relato das melhorias que a Educação Municipal conseguiu em 2017, como a climatização das escolas, carteiras novas e computadores, além de 5% de aumento aos professores e elevação do valor do auxílio-alimentação a R$ 550. A prefeita lembrou que em algumas prefeituras de Rondônia está havendo cortes nos salários de secretários e nas gratificações, como forma de equilibrar as contas, e Cacoal, mesmo com a crise, conseguiu fôlego para conceder o aumento. Outra conquista citada é a liberação do Programa de Valorização das Escolas Municipais (Provemc), que é a uma verba destinada a pequenas reformas e obras de reparo nas escolas, como forma de contribuir com a qualidade do ensino.

A presença de Carlinhos de Jesus em Cacoal também foi destacada pela prefeita, que participou de todas as dinâmicas propostas pelo coreógrafo, que interagiu durante toda a palestra com o público. Falando sua profissão, Carlinhos de Jesus expôs as dificuldades de fazer cultura em um país como o Brasil e disse ver na educação dificuldades similares. Sobre a cidade de Cacoal, o artista agradeceu pelo convite da palestra e, demonstrando conhecimento de política, pediu que cada professor e servidor da Prefeitura de Cacoal seja um administrador municipal para que a cidade tenha melhorias nos setores prioritários.

Fonte: Asssessoria

Publicidade

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Publicidade

Previsão do Tempo

Publicidade

Últimas Notícias