Rondônia, 16 de dezembro de 2017

Deputado e estudantes buscam soluções para segurança

Acadêmicos cobram solução para iluminação no Campus e videomonitoramento nos ônibus que fazem a linha.

Deputado Léo Moraes se reuniu com acadêmicos da Universidade Federal de Rondônia (Unir) para discutirem sobre a falta de segurança nas linhas de ônibus até a instituição.

Na última terça-feira (26) um assalto contra um coletivo que transportava alunos da universidade até o terminal de integração da cidade causou pânico e deixou uma vítima ferida. Segundo os estudantes, dois bandidos agrediram um jovem com uma coronhada para roubar dinheiro e celulares.

“Eu me solidarizo com esses estudantes que passaram por momentos de terror e pânico. Precisamos fazer muito mais pela segurança pública de Porto Velho. Estamos preocupados com tanta violência e não podemos ficar de braços cruzados vendo nossa população a mercê de bandidos” relatou o parlamentar.

Durante o encontro, os acadêmicos pediram uma atenção especial para o trajeto que os ônibus fazem até a Unir. Nesta sexta-feira acontece uma reunião no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), juntamente com o diretório dos estudantes e o reitor da universidade, Ari Ott, para saber a situação do projeto de iluminação na região.

Léo se colocou à disposição para atender a comunidade acadêmica e quer colaborar com a instituição e ao pedido dos alunos que estão pleiteando para que os ônibus que fazem a rota até a Universidade tenham câmeras de segurança.

No entanto, afirmou Léo Moraes, falta a Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran) dar um posicionamento. “Além disso, quero colaborar com a Unir em relação ao videomonitoramento dentro do campus para que isso seja mais um mecanismo de segurança para minimizar a violência” concluiu o parlamentar.

Fonte: ALE-RO

Publicidade

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Publicidade

Previsão do Tempo

Publicidade

Últimas Notícias