Rondônia, 14 de dezembro de 2017

Solenidade de homenagem a Josenir Lopes Dettoni e ao programa Justiça e Cidadania

O deputado Anderson do Singeperon (PV) foi o proponente da Sessão Solene realizada na tarde desta última quinta-feira (10) para concessão de Voto de Louvor ao programa de televisão Justiça e Cidadania do Tribunal Regional do Trabalho 14ª Região Rondônia e Acre (TRT) e entrega de Título Honorífico de Cidadão do Estado de Rondônia ao Josenir Lopes Dettoni.

O parlamentar iniciou a sessão dando boas vindas a todos e disse ser uma satisfação prestar tal homenagem ao professor Dettoni, que segundo o deputado, tem prestado grande serviço para a comunidade portovelhense na área da educação.

Anderson ressaltou o momento difícil do setor ao citar os altos índices de violência e criminalidade instalados na comunidade escolar e quem tem sido assunto em todo o país.

“A gente busca mais qualidade de ensino, valorização e autonomia dos profissionais que atuam nas escolas, porque se não nos preocuparmos, o que será desse país, desse Estado”, argumentou o deputado.

Sobre a homenagem ao programa de TV Justiça e Cidadania, o deputado disse acompanhar desde mais novo o segmento do qual propõe o programa que, segundo o parlamentar, defende o trabalhador e seus direitos.

“É com muita honra que proponho a homenagem a esse programa e a seu idealizador que tem levado cidadania, dignidade e informações relevantes aos trabalhadores”, declarou o deputado.

Em seguida, o chanceler do Centro Universitário São Lucas e pai do homenageado, José Dettoni abriu as explanações relatando a satisfação de saber que o filho seria agraciado com tal homenagem e, após contar a trajetória de Josenir Dettoni, emocionado, declamou um poema autoral dedicado ao filho.

O reitor da Universidade Federal de Rondônia (Unir), professor Ari Miguel Teixeira Ott, ressaltou o laço forte de amizade com a família Dettoni e disse ser uma grata satisfação participar e também poder homenagear o professor Josenir. Ott frisou que se orgulha de saber que a Unir também acaba sendo homenageada, quando um dos membros da academia recebe tal reconhecimento.

“Parabenizo e agradeço o deputado Anderson do Singeperon pela oportunidade de presenciar esta merecida homenagem a este grande cidadão que aqui também representa a nossa Universidade Federal”, salientou o reitor.

Posterior às falas de homenagem, o deputado Anderson entregou o Título Honorífico de Cidadão do Estado de Rondônia a Josenir Lopes Dettoni e o Voto de Louvor aos responsáveis pelo programa Justiça e Cidadania.

A desembargadora do TRT, Socorro Guimarães, contou parte da história do programa lançado em 2002 por iniciativa de servidores do próprio Tribunal, com o objetivo de levar conhecimento e informação sobre a Justiça do Trabalho a classe de trabalhadores.

“E agora mais do que nunca, esse programa será, ainda, mais necessário pois temos a responsabilidade de, através desse importante veículo, levar ao conhecimento da sociedade, interpretar e aplicar da melhor forma possível as novas regras da Reforma Trabalhista”, disse a desembargadora.

Por fim, o homenageado da tarde, Josenir Lopes Dettoni, agradeceu o pronunciamento de todos e a sensibilidade do deputado Anderson do Singeperon pela honra do título recebido e parabenizou o parlamentar pela sua atuação. Emocionado, Dettoni agradeceu ao pai pelo poema e demais familiares presentes a quem dedicou o sucesso e o reconhecimento da sua trajetória.

O professor também parabenizou a homenagem dedicada ao programa Justiça e Cidadania e encerrou contando um pouco da sua história de modo particular.

“Eu amo essa terra, eu amo Rondônia. Eu escolhi essa terra e me comprometo com ela. Comprometo-me a trabalhar com competência, amor e afinco para também ser uma terra mais generosa para todos. Quero uma Rondônia melhor, uma Rondônia que cuide melhor dos seus filhos”, encerrou Josenir Dettoni.

O deputado Anderson encerrou a solenidade agradecendo a participação de todos.

Fonte: ALE-RO

Publicidade

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Publicidade

Previsão do Tempo

Publicidade

Últimas Notícias