Siga o CR
×
Siga o CR

Luiz Paulo Batista

Cacoal e o aeroporto – Por Luiz Paulo Batista

Diariamente dezenas de pessoas transitam no aeroporto da Capital do Café. Embarques e desembarques fazem parte do cotidiano da sociedade cacoalense. Mas, infelizmente, de acordo com as condições climáticas do respectivo dia, a aeronave deixa de tocar o solo, frustrando os passageiros.

Isso porque, o aeroporto, até o presente momento, não possui equipamentos tecnológicos adequados para pousos e decolagens. Recentemente, a bancada federal rondoniense esteve reunida com uma equipe da Secretaria da Aviação Civil (SAC) para tratar das reformas, que tem por objetivo trazer melhorias para os contribuintes.

Para visualizar a problemática, no início do mês, a aeronave responsável pelo transporte dos passageiros não conseguiu descer dois dias consecutivos. Clientes ficaram revoltados, pois diante dos seus olhos presenciaram compromissos inadiáveis arremeterem em fração de segundos.

Mas, além das viagens cotidianas do povo cacoalense, o espaço aeroportuário também é utilizado para encontro de autoridades, assessores e seus respectivos bajuladores, para não dizer “puxa saco”. Durante alguns minutos, os aspones aproveitam para tratar dos mais variados assuntos, principalmente aqueles que possam frustrar as suas pretensões políticas futuras.

A situação chega ser tão deslavada que, em fração de segundos os “aproveitadores” tentam emplacar determinadas matérias  que não condizem com a realidade cacoalense. Ou seja, covardes transvestidos de “aliados” buscam alcançar por meio do representante “federal” ou “estadual” uma tentativa de silenciar aqueles profissionais da comunicação que trazem à tona a realidade dos fatos.

O ápice do absurdo ocorre quando solicitam para o detentor do mandato eletivo (político) algum dispositivo que possa impedir a veiculação da informação, ainda que essa esteja pautada na veracidade dos acontecimentos atuais. A insistência chega ser tamanha que a visita nos horários de embarque e desembarque da autoridade parlamentar passa a ser frequente, assim como os respectivos pedidos.

Porém, o importante é deixar claro que a imprensa, principalmente o Jornal Correio de Rondônia, jamais silenciará diante dos fatos e acontecimentos. Por mais que esses frustrem interesses particulares, inclusive aqueles voltados para 2018.

O autor é jornalista
Luiz Paulo Batista
DRT nº 841 – RO

Publicidade

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Publicidade

Curta Nossa Fanpage

Publicidade

Previsão do Tempo

Publicidade

Últimas Notícias