Siga o CR
×
Siga o CR

Cidades

Buracos em rua geram transtornos a moradores em Cacoal

Rua Vinícius de Morais em Cacoal (Foto: Magda Oliveira/G1)A Rua Vinícius de Morais, localizada no Bairro Jardim Clodoaldo, em Cacoal (RO), a 480 quilômetros de Porto Velho, voltou a apresentar problemas com buracos na via. Em 2014, o local foi citado em uma ação judicial de indenização por danos materiais contra a prefeitura,proposta por um morador que teve problemas mecânicos no carro. Apesar da rua ter sido pavimentada, buracos se formaram novamente causando transtornos aos moradores e pessoas que dependem da via.

Morando na Rua Vinícius de Morais há um ano e meio, o empresário Roberto Alves da Silva conta que há cerca de um ano vem se sentindo abandonado pelo poder público. Ele afirma que não consegue entrar e sair com os veículos que possui em sua residência, sendo um carro e um caminhão.

“Aqui está uma situação precária, já ocorreram vários acidentes, o pessoal perde o controle quando se depara com o buraco. Meus carros já nem ficam na casa onde moro, pois não tem como entrar. Eu me sinto humilhado, pois sou pagador de impostos […]”, lamentou o morador.

O secretário municipal de Obras, Francisco Nóbrega, disse que não se recorda se a referida rua será ou não contemplada com a Operação Tapa Buracos, que está sendo executada pela prefeitura em parceria com o Departamento de Estradas e Rodagens (DER).
“Estamos instalando em Cacoal uma usina de asfalto, a expectativa é que comece a funcionar no mês de abril ou maio deste ano. A ordem é que 100% da cidade seja asfaltada”, garantiu o secretário.

Ação indenizatória

Após ter problemas mecânicos com o carro, o funcionário público Emerson de Oliveira Lira resolveu entrar com uma ação judicial de indenização por danos materiais contra a Prefeitura de Cacoal.

Segundo o morador, defeitos apresentados no veículo foram causados pela grande quantidade de buracos nas vias do município, em especial na Vinícius de Morais, local onde morava. A ação foi julgada no dia 3 de dezembro de 2014, a decisão foi favorável a Emerson e definiu o pagamento de R$ 1,5 mil.

Fonte: Magda Oliveira, G1 Cacoal e Zona da Mata

Publicidade

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Publicidade

Curta Nossa Fanpage

Publicidade

Previsão do Tempo

Publicidade

Últimas Notícias