×

Cacoal

Siga o CR

Homem fica preso debaixo de árvore após forte ventania em Cacoal

Populares tentaram socorrer o piloto que estava sob a árvore em Cacoal, RO (Foto: WhatsApp/Reprodução)Um piloto ficou preso debaixo de uma árvore que caiu durante uma ventania no começo da tarde desta quinta-feira (11), em Cacoal (RO), a 480 quilômetros de Porto Velho. Conforme o Corpo de Bombeiros, a vítima sofreu escoriações e como reclamava de fortes dores no braço, foi levada ao Hospital de Urgência e Emergência (Heuro). Para resgatar o motociclista, os bombeiros precisaram utilizar uma motosserra para cortar os galhos.

No começo da tarde desta quarta-feira, um motociclista que seguia sozinho pela Avenida Rio de Janeiro, no Bairro Novo Horizonte, foi atingido por uma árvore que foi arrancada pelo vento do canteiro central da via, e caiu sobre a vítima, deixando piloto e moto presos embaixo dos galhos.

Pessoas que passavam pelo local prestaram os primeiros socorros ao homem e acionaram o Corpo de Bombeiros, que utilizou uma motosserra para cortar os galhos que estavam sobre a vítima.

“Não vimos como foi o acidente, retiramos alguns galhos para ter acesso a ele, efetuamos a imobilização, retiramos e o encaminhamos ao hospital onde foi entregue a equipe de plantão”, explica o bombeiro Marcelo Farias, acrescentando que a vítima estava consciente e com alguns ferimentos. “Ele sofreu escoriações pelo corpo e reclamava de fortes dores, principalmente em um dos braços. Aparentemente foi isso que conseguimos constatar durante o atendimento”, revela.

Após o socorro da vítima, a árvore foi cortada e retirada da via pela equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Fonte: Rogério Aderbal, G1 Cacoal e Zona da Mata

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Publicidade

Publicidade