×

Na rodoviária, barreira sanitária da Prefeitura já identificou pelo menos 7 casos confirmados de covid-19

Profissionais de Saúde já avaliaram mais de 27 mil viajantes no terminal rodoviário desde 3 de abril.

Na rodoviária, barreira sanitária da Prefeitura já identificou pelo menos 7 casos confirmados de covid-19

Avaliação de saúde dos passageiros na rodoviária de Vilhena já acontece há quase 90 dias - Foto: Assessoria/Secom-VHA

Com quase 90 dias de funcionamento a barreira instalada na rodoviária pela Prefeitura de Vilhena já avaliou mais de 27 mil pessoas. Os profissionais de Saúde registram dados dos pacientes, conferem temperatura, analisam histórico de viagem e dão orientações de prevenção à covid-19.

De acordo com a coordenadora da ação, Arlete Alves Toledo, a barreira foi instalada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus) em parceria com a Vigilância Sanitária no terminal rodoviário da cidade no dia 3 de abril e desde então agiliza possíveis diagnósticos do novo coronavírus em viajantes que desembarcam ou embarcam no município. Até o momento, sete pessoas já foram identificadas como casos positivos para a covid-19 através da barreira.

“Aqui nós trabalhamos com muito cuidado. Quando o passageiro desembarca, antes de qualquer coisa, ele deve se apresentar na barreira. No local é preenchido uma ficha com nome e telefone, para possível monitoramento. Nós questionamos de onde o passageiro vem, se vai ficar no município e se vai seguir viagem. Além de aferir a temperatura de todos, nós também orientamos os viajantes sobre as medidas de prevenção”, destaca Arlete.

Publicidade

A coordenadora destaca que os sintomáticos são encaminhados para uma sala especial de atendimento isolado. O objetivo é que essas pessoas fiquem sem circular no terminal, para evitar a disseminação do vírus caso estejam infectadas. Além disso, todos os passageiros que desembarcam em Vilhena recebem a orientação de cumprir isolamento domiciliar por 14 dias, que é o tempo máximo de incubação do vírus.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Afonso Emerick, a barreira começou por meio de plantões mas já funciona 24 horas com técnicos de enfermagem e enfermeiros. “Para atender os passageiros, os servidores da Saúde do município usam equipamentos de proteção individual para evitar possível contágio, como máscaras, avental, toucas e faceshields (protetores faciais), além de terem à disposição métodos de assepsia e higienização para mãos e utensílios. Com o termômetro infravermelho é possível também aferir a temperatura dos pacientes sem que o profissional de saúde tenha contato com o passageiro”, explica.

Para orientar a população em relação ao vírus, foram feitas marcas no chão indicando o distanciamento necessário de uma pessoa para a outra. Nas grades de proteção, avisos alertam para a proibição de tocá-las. Faixas de isolamento indicam o caminho da barreira onde o passageiro deverá passar antes de qualquer circulação no terminal.

Depois de identificado um caso suspeito, a equipe orienta que o passageiro vá até a unidade básica de saúde mais próxima de sua residência, para que passe por uma avaliação médica, onde já deverá sair com um encaminhamento para realizar o exame que vai confirmar ou não a doença, bem como receita de remédios, atestado ou encaminhamento para internação, conforme avaliação do médico. A partir da consulta, o postinho monitora o paciente com contatos a cada 24 horas em casos graves e a cada 48 horas em casos leves da doença. Esse método faz parte do novo protocolo de enfrentamento da pandemia da Saúde em Vilhena.

 

Ver comentários

Continue Lendo...

Prefeitura de Vilhena publica edital de teste seletivo

Linha de frente no combate à pandemia do novo coronavírus receberá reforço com contratações emergenciais.

Leia Mais
Prefeitura abre processo seletivo para contratar médicos em Vilhena

Inscrições podem ser feitas até o dia 3 de julho, na internet. Contratos terão duração de um ano, podendo ser prorrogado.

Leia Mais
3ª fase da vacinação contra gripe vai até 30 de junho

Crianças, gestantes e doentes crônicos ainda precisam ser vacinados.

Leia Mais
Quase 160 mil pessoas já foram abordadas nas barreiras sanitárias

Em funcionamento há 80 dias, barreiras já determinaram mais de 700 quarentenas.

Leia Mais
Vilhena tem 1° caso de detento com coronavírus dentro de presídio

Detento fez teste após sentir sintomas de gripe.

Leia Mais
Governo promove ação de contenção à proliferação do Aedes aegypti em Vilhena

Até o próximo dia 20, a Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) mantém uma equipe para conter o avanço do mosquito Aedes aegypti no município de Vilhena, onde, segundo o último boletim epidemiológico, o…

Leia Mais