×

Coluna Papo Reto: Ivo Cassol e as promessas do PMDB, Edgar do Boi, óleo de peroba e a greve em Cacoal

papo reto 3 1 - Coluna Papo Reto: Ivo Cassol e as promessas do PMDB, Edgar do Boi, óleo de peroba e a greve em CacoalA CARNE É FRACA

O estrago causado pela delação dos donos da JBS foi tão devastador que pegou o presidente Michel Temer de surpresa. O presidente postiço havia declarado, pouco tempo atrás, que demitiria os ministros que virassem réus em investigações da Operação Lava Jato. Certamente, o vice de Dilma não acreditava que poderia acontecer nada diferente e que seu mandato estaria protegido para sempre. Após aparecer nos áudios gravados pelos empresários da carne, Temer viu seu reinado ruir. Aliados políticos se afastaram e os únicos que se mantiveram perto dele querem apenas tirar proveito do que ainda restar, até ele ser definitivamente defenestrado do cargo. As gravações envolvendo o presidente colocam os deputados e senadores em uma saia justa: por muito menos, ou por nada, eles tiraram Dilma Rousseff do cargo e tomaram conta do poder, em nome da decência, da honra, da legalidade e vários outros motivos citados no dia da votação. É possível que Temer não tenha resistido aos encantos da JBS, porque ele é humano e a carne é fraca… Será que ele ainda pensa em demitir os ministros enrolados?

PINÓQUIOS DE BRASÍLIA

continua após a Publicidade

Após a divulgação dos áudios, a correria foi intensa em todos os corredores da capital brasileira. Muita gente tentando a todo custo salvar Michel Temer do escândalo. Não porque ele seja um presidente competente, mas porque a grande maioria dos congressistas é cúmplice do que acontece nos porões dos palácios em Brasília. Depois da repercussão dos áudios, e outros itens da delação, Michel Temer resolveu fazer um pronunciamento oficial e declarou que não sabia que Joesley Batista, um dos donos da JBS, era bandido. Conforme matérias divulgadas na imprensa do país inteiro, Temer e os irmãos da JBS eram amigos e mantinham contato há pelo menos 8 anos. Eles costumavam se encontrar fora da agenda oficial do presidente, o que geralmente acontece quando o presidente quer conversar com amigos mais íntimos. A tentativa do presidente de dizer que não conhece os irmãos da JBS é uma prova de que virou moda no Brasil os políticos negarem amizades, quando são pegos fazendo coisas erradas. A coisa mais comum de ouvir atualmente vinda de políticos é: “ não conheço o delator, as declarações são caluniosas, nunca estive com ele, todos os recursos da minha campanha foram declarados e vou provar minha inocência”.

IMPEACHMENT

Na tarde de ontem, a Ordem dos Advogados do Brasil protocolou na Câmara dos Deputados um pedido de impeachment de Michel Temer. Os aliados de Temer passaram a dizer que não há motivo para tal medida. Os aliados de Temer são os mesmos que afastaram Dilma, sem ter apresentado, até hoje, nenhuma prova concreta de envolvimento direto da ex-presidente em atos ilegais. Temer foi gravado negociando com os irmãos da JBS, tratando de fatos tipificados como crime de corrupção. O presidente foi gravado no Palácio do Jaburu e no Palácio do Planalto, lugares oficiais de trabalho de quem ocupa o principal cargo do país. O cinismo com que os deputados defendem o presidente é tão grande que isso pode custar muito caro a eles no próximo ano, quando teremos eleições. Entre os maiores defensores de Temer está o presidente da Câmara Rodrigo Maia, genro do ministro Moreira Franco, um dos aliados de Temer mais encrencados na Lava Jato. Temer chegou a dizer um tempo atrás que demitiria ministros que virassem réus, mas tudo não passou de papo furado. O senador Ivo Cassol já declarou várias vezes que não é bom acreditar em promessas do pessoal do PMDB. Michel Temer é prova viva disso! O pedido feito pela OAB é o 18º pedido com a finalidade de afastar o presidente.

A JUSTIÇA É CEGA

O Congresso e o Judiciário brasileiro certamente estão entre as instituições mais desacreditadas no país. Os crimes praticados por políticos ficam anos e anos tramitando nos tribunais e acabam dando em nada; os brasileiros comuns pagam caro e geralmente são condenados a penas até maiores que aquelas atribuídas a políticos. Pouco tempo atrás, a Justiça de São Paulo condenou uma mulher que furtou quatro ou cinco ovos de páscoa, em um supermercado de São Paulo, a uma pena de 03 anos e 02 meses de cadeia. A mesma Justiça condenou João Procópio Junqueira, um dos operadores da corrupção da Lava Jato, a cumprir uma pena de 02 anos e meio. Há quem possa dizer que foram juízes diferentes. Este argumento é até aceito, mas não se pode aceitar tamanha discrepância, uma pessoa que furta um chocolate não pode ser comparada a um bandido condenado pelos crimes da Lava Jato. Estes e outros problemas abalaram a imagem do Poder Judiciário nos últimos anos. Isso sem falar nos magistrados que se envolvem publicamente em discussões da política partidária, o que é pouco recomendável para magistrados. Gilmar Mendes é um deles…

PONTA DO ICEBERG

Michel Temer e Aécio Neves foram as vítimas famosas das delações da JBS, mas isto não quer dizer que o problema ficou restrito a Brasília. Edgar do Boi um dos políticos mais anônimos de Rondônia, teve seu nome citado nas delações como beneficiário de 2 milhões de reais da corrupção. O motivo do envolvimento do político rondoniense teria sido um esquema para beneficiar a JBS na cobrança de ICMS. Edgar do Boi é tão desconhecido em Rondônia que pouca gente sabia, até a divulgação dos fatos, que ele é vice-prefeito de Porto-Velho. Após ter seu nome citado no escândalo, Edgar do Boi foi “convidado” pelo prefeito da capital rondoniense a se afastar das funções que exercia na administração do município e cuidar da sua defesa. Edgar aceitou! As denúncias envolvendo o nome do vice-prefeito de Porto-Velho podem ser apenas o começo de um problema que certamente envolverá outros nomes da política de nosso estado. Não é novidade para ninguém que a JBS tem uma atuação empresarial no estado e, segundo os donos da empresa, desde 2006, eles “investem” na política. Uma fonte da coluna informou que tem muita gente sem dormir direito no estado…

ÓLEO DE PEROBA

Essa semana, o deputado Maurão de Carvalho usou a tribuna da Assembleia Legislativa para apresentar uma proposta que muitas pessoas de Ministro Andreazza, município do presidente da ALE, não vão concordar. Maurão quer aprovar uma moção de louvor ao governador do PMDB, mesmo partido do deputado, para homenagear Confúcio Moura, por estar, segundo Maurão, na lista dos melhores governadores do país. O presidente da Assembleia se baseia em uma escolha feita pela TV Globo e sem ouvir os eleitores de Rondônia. Caso a Rede Globo fosse ouvir a população de Ministro Andreazza, dificilmente Confúcio e Maurão ficariam fora da lista dos piores políticos do estado. A rodovia 471, que liga Ministro Andreazza a Cacoal, está praticamente intrafegável, a quantidade de buracos é tão grande que os condutores levam quase uma hora para fazer o trajeto de 28 km da rodovia. Vale ressaltar que o município de Ministro Andreazza é a base eleitoral do presidente da Assembleia. Em vez de homenagear Confúcio Moura como o melhor governador do país, tendo como base uma escolha feita pela Rede Globo, o deputado deveria homenagear a população de seu município, pelo ato de heroísmo em trafegar na rodovia 471, que está em estado lamentável.

ESCOLA DO LEGISLATIVO

Maurão de Carvalho não é o único deputado estadual que consegue ficar muito tempo sumido. Em Guajará-Mirim, na fronteira com a Bolívia, muitas pessoas que votaram no deputado Neidson Soares reclamam que ele foi visto na cidade, nos bairros mais carentes, apenas no período de campanha, mas que costuma ficar sumido por muito tempo. Como o próximo ano será o ano em que serão eleitos deputados, senadores, governadores e presidente, os deputados passaram a visitar os municípios, abraçar pessoas e dar tapinhas nas costas. O nome do deputado Neidson era praticamente uma unanimidade em Guajará-Mirim, em 2014, mas sua atuação apagada fez nascer em várias pessoas do meio político a vontade de disputar uma cadeira no legislativo estadual. No próximo ano, o médico e deputado Neidson Soares terá que fazer milagres na campanha para se manter no mandato. Muitas lideranças que apoiaram publicamente sua campanha em 2014 já afirmaram que não repetirão o apoio. Complicou!!!

GREVE EM CACOAL

Os servidores municipais de Cacoal anunciaram, no começo dessa semana, que, a partir de terça-feira, entrarão em greve. O motivo, segundo o sindicato dos servidores, é que a prefeita Glaucione Rodrigues não teria cumprido acordo que fez com os trabalhadores no período que antecedeu as eleições. Entre as principais reivindicações, eles reclamam que o ex-prefeito cumpriu, durante os dois mandatos em que esteve no cargo, com o pagamento do Piso Nacional Salarial dos professores. A prefeita tem buscado dialogar com os trabalhadores, mas até hoje não conseguiu cumprir os compromissos assumidos com eles. Além da questão salarial dos professores e demais categorias, eles reclamam que alguns secretários perseguem servidores. Seria o caso, segundo algumas reclamações do sindicalistas, da Secretária de Saúde do município, Penha Simão, que adotou medidas poucos ortodoxas desde que assumiu o cargo. Ela começou a gestão fazendo um escala de faxina nas unidades de saúde em que todas as pessoas lotadas nos postos e hospitais municipais tinham que fazer. Os médicos, enfermeiros e técnicos de saúde ficaram muito irritados com a situação.

CULTURA ELEITORAL

Após ser reeleito, em outubro passado, o vereador Junior Donadon renunciou ,na tarde de ontem, ao mandato para o qual foi eleito em Vilhena, município do Sul de Rondônia. Donadon é acusado de corrupção e foi preso no mesmo período em que vários outros colegas de mandato também tiveram a prisão decretada pela justiça estadual. As mesmas investigações resultaram na prisão do ex-prefeito e seu vice, deixando o município com muitos problemas administrativos. Em todos os municípios brasileiros a população faz protestos contra políticos corruptos, mas na hora de votar a situação é muito diferente. Em diversos municípios de Rondônia o fenômeno também se repete sendo que Vilhena certamente está entre os campeões do estado em eleger políticos que a Justiça já tanta tirar da vida pública há décadas. A grande maioria dos vereadores de Vilhena foram presos na legislatura anterior e vários deles foram reeleitos pela mesma população que diz ser contra a corrupção. Caso Junior Donadon seja candidato no próximo ano, a possibilidade de ser eleito é muito grande, pois a acusação de corrupção nunca foi motivo para o eleitor de Vilhena rejeitar políticos.

PLAGIANDO A POBREZA

Os políticos brasileiros são mesmo muito engraçados! Embora as pessoas mais ingênuas saibam que muitos vereadores, deputados e senadores entram para a vida política somente para fazer fortuna, alguns deles pensam que a população é idiota. Pouco tempo atrás, em um evento do PMDB no município de Ariquemes, Tomaz Correia, suplente do senador Valdir Raupp, fez um discurso emocionante, afirmando que Raupp é tão pobre que não teve condições nem mesmo de bancar o funeral da mãe dele. Isso mesmo! Tomaz Correia declarou que a mãe de Raupp faleceu e o senador não teve grana para bancar o funeral. A moda pegou! Agora, na semana passada, quando foi pego em situação vexatória, supostamente pedindo propina, e foi afastado do mandato, o senador Aécio Neves fez um pronunciamento igualmente emocionante. Aécio Neves disse que entrou na vida política para defender o povo de seu estado e que não fez dinheiro na vida pública. O mineirinho da JBS deveria explicar isso para a irmã dele e o primo, que foram presos por causa das ligações que possuem com o senador.

PARLAMENTANDO

Um avião, cheio de deputados e senadores, caiu numa mata em Minas Gerais. Um mineirinho que viu a queda foi até o local e enterrou todo mundo.
No dia seguinte, um helicóptero que procurava o avião desaparecido, ao ver os destroços, pousou.
– O piloto perguntou ao mineiro, onde estão as pessoas que estavam no avião?
– Uai sô!!! Interrei tudo!!
– Mas não podia, pois eram políticos importantes. E não tinha nenhum vivo?
– Óia, inté discunfiei que tinha. Eu gritei: TEM ARGUÉM VIVO AI? Uns 10 levantô a mão.
– E onde eles estão?
– Uai!! Interrei anssim mermo, pruque, du jeito que político mente….num creditei em ninhum deles…….

Fonte: Jornal Correio de Rondônia

Ver comentários

Continue Lendo...

Pedagogia da enganação, inocentes e perseguidos e Paulinho do Cinema

FERNANDO SEGOVIA A criação do Ministério da Segurança provocou a queda do chefão da Polícia Federal, Fernando Segovia, que foi colocado no cargo sob muitas críticas de políticos da oposição e de colegas da PF….

Leia Mais

Vereador mais votado nas eleições de 2016, Paulo Roberto Duarte Bezerra, também conhecido como Paulinho do Cinema (PP-RO) é o atual presidente da Câmara de Vereadores do município de Cacoal (RO). Empresário de sucesso na…

Leia Mais

LULA E A PRESIDÊNCIA No último dia 13 deste mês, o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva esteve em Curitiba para depor em mais uma ação em que ele é réu, acusado de ser o…

Leia Mais

REFORMA ELEITORAL Durante toda a semana, os deputados trabalharam duro nos bastidores e nas comissões, em Brasília, para tentar aprovar a chamada “reforma política” que deve servir para nortear as eleições de 2018. Alguns pontos…

Leia Mais

ELEIÇÃO INDIRETA O Ministro Gilmar Mendes, presidente do TSE, já enfrentou muitos protestos e muita rejeição pelas decisões que toma no TSE e também no STF, já que ele faz parte da Suprema Corte do…

Leia Mais

LAVA JATO MIRIM Como as investigações da operação Lava Jato tem sido desenvolvidas por fases, ainda não chegou o momento de apresentar os nomes dos políticos beneficiados com o chamado “Caixa 2”, nas eleições de…

Leia Mais