×

Dólar tem maior queda em uma semana e fecha abaixo de R$ 5,20

Bolsa de valores reage e sobe pelo segundo dia seguido.

Foto: Ilustrativa/Pixabay

Foto: Ilustrativa/Pixabay

Influenciado pela melhoria no ambiente externo, o dólar caiu mais uma vez e voltou a ficar abaixo de R$ 5,20. A bolsa de valores reagiu e subiu pelo segundo dia consecutivo, encostando em 126 mil pontos.

O dólar comercial encerrou esta quarta-feira (21) vendido a R$ 5,192, com recuo de R$ 0,04 (-0,76%). A cotação operou em alta durante toda a manhã, chegando a R$ 5,26 na máxima do dia, por volta das 12h. Com o alívio no mercado à tarde, a moeda passou a cair, até fechar próxima das mínimas do dia.

A divisa acumula alta de 4,4% em julho. Em 2021, a moeda está praticamente estável, com valorização de apenas 0,06%.

continua após a Publicidade

No mercado de ações, o dia for marcado pela recuperação. O índice Ibovespa fechou aos 125.929 pontos, com alta de 0,42%. O indicador chegou a operar em baixa no início da sessão, mas ganhou impulso no fim da manhã e voltou a subir.

A redução dos receios com a disseminação da variante delta do novo coronavírus diminuiu as tensões no mercado internacional, favorecendo países emergentes, como o Brasil. As bolsas norte-americanas e as cotações internacionais do petróleo reagiram.

No Brasil, o resultado da arrecadação federal em junho, que registrou o melhor desempenho para o mês em dez anos, também foi bem recebido pelos investidores. Os números indicam que o crescimento econômico no Brasil continua, apesar das tensões políticas internas.

Ver comentários

Continue Lendo...

Foto: Ilustrativa/Pixabay

Bolsa cai 3,94% no mês e tem pior desempenho desde fevereiro.

Leia Mais
Foto: Edu Andrade Ascom/ME

Ministro defendeu tributação de dividendos em audiência na Câmara.

Leia Mais
Foto: Reprodução/Internet

Transações poderão ser feitas sem conexão com a internet.

Leia Mais
Foto: Ilustrativa/Pixabay

Medida vale para consumidores de baixa renda.

Leia Mais
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Número de estabelecimentos caiu de 200 mil para 120 mil no país.

Leia Mais