×

Governo divulga regras do Auxílio Brasil com novos benefícios

Pagamento médio deve ficar em R$ 400 por família.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

De acordo com comunicado divulgado nesta segunda-feira (8) pelo governo federal, o decreto que regulamenta e Auxílio Brasil, programa social que deve substituir o Bolsa Família, já está pronto e deve ser publicado em edição extra do Diário Oficial da União ainda nesta noite.

O decreto detalha novas regras e parâmetros para participar do programa, incluindo novos tipos de benefícios adicionais às famílias participantes – como bolsas para jovens com bom desempenho em esportes e ciências na escola – e também um aumento na idade máxima dos filhos para ter direito aos pagamentos.

Tinham direito ao Bolsa Família as famílias com renda abaixo da linha da pobreza e com filhos de até 17 anos matriculados na escola. Essa idade passa a ser estendida para 21 anos.

continua após a Publicidade

O texto também não fala sobre as fontes de financiamento para o programa. A ampliação do benefício para R$ 400 em 2022 depende da aprovação da PEC dos Precatórios, que ainda deve ser votada em segundo turno na Câmara dos Deputados nesta semana. A PEC reformula regras do Orçamento e abre espaço para novos gastos em 2022.

De acordo com o governo, os primeiros pagamentos do novo Auxílio Brasil devem começar em 17 de novembro.

“O Programa substitui o Bolsa Família e traz uma ampliação significativa em seu escopo, além de simplificar a cesta de benefícios, prezando pela emancipação das famílias que já estejam em situação de autonomia, a fim de que ocorra a entrada de novas famílias em situação de vulnerabilidade”, diz a nota do Planalto.

Entre as mudanças anunciadas nas regras estão:

  • Benefício Primeira Infância: contempla famílias com crianças entre zero e 36 meses incompletos.
  • Benefício Composição Familiar: inclui os jovens de 18 a 21 anos incompletos no benefício (no Bolsa Família, o pagamento era limitado aos dependentes com idade de até 17 anos). “O objetivo é incentivar esse grupo a permanecer nos estudos para concluir pelo menos um nível de escolarização formal”, de acordo com a nota.
  • Benefício de Superação da Extrema Pobreza: as famílias que, após receber os benefícios anteriores, continuarem com a renda mensal per capita inferior à da linha da extrema pobreza terão direito a um apoio financeiro sem limitações relacionadas ao número de integrantes do núcleo familiar.

Os valores de cada um desses benefícios não foram informados.

Entre os novos complementos a serem acrescidos ao valor de base do programa, também sem detalhes sobre os valores, estão:

  • Auxílio Esporte Escolar: destinado a estudantes com idades entre 12 e 17 anos incompletos que sejam integrantes de famílias beneficiárias do Auxílio Brasil e que se destacarem em competições oficiais do sistema de jogos escolares brasileiros.
  • Bolsa de Iniciação Científica Júnior: para estudantes com bom desempenho em competições acadêmicas e científicas e que sejam beneficiários do Auxílio Brasil. A transferência do valor será feita em 12 parcelas mensais. Não haverá número máximo de beneficiários.
  • Auxílio Criança Cidadã: direcionado ao responsável por família com criança de zero a 48 meses incompletos que consiga fonte de renda, mas não encontre vaga em creches públicas ou privadas da rede conveniada. O valor será pago até a criança completar 48 meses de vida, e o limite por núcleo familiar ainda será regulamentado.
  • Auxílio Inclusão Produtiva Rural: pago por até 36 meses aos agricultores familiares inscritos no Cadastro Único.
  • Auxílio Inclusão Produtiva Urbana: quem estiver na folha de pagamento do Auxílio Brasil e comprovar vínculo de emprego formal receberá o benefício.
  • Benefício Compensatório de Transição: destinado às famílias que estavam na folha de pagamento do Bolsa Família e perderem parte do valor recebido em decorrência do enquadramento no Auxílio Brasil. Será concedido no período de implementação do novo programa e mantido até que haja majoração do valor recebido pela família ou até que não se enquadre mais nos critérios de elegibilidade.
Ver comentários

Continue Lendo...

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Crédito será realizado dia 30 e beneficiará 260 mil contribuintes.

Leia Mais
Foto: © Marcello Casal JrAgência Brasil

Aumento foi registrado em todas as regiões do país.

Leia Mais
Foto: © Tomaz Silva/Agência Brasil

13 estados tiveram crescimento acima da média nacional.

Leia Mais
Foto: © Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro editou o decreto que regulamenta o novo programa social do governo federal, o Auxílio Brasil. O documento foi publicado na noite de ontem (8) em edição extra do Diário Oficial da…

Leia Mais
Foto: Reprodução/Internet

Bolsa ensaiou alta, mas terminou dia com pequena queda.

Leia Mais
Foto: Ilustrativa/Pixabay

Ministro da Economia diz que redução ajudará a moderar a inflação.

Leia Mais