×

Petrobras aprova reajuste de 4% na gasolina, e de 5% no diesel

Preços dos dois combustíveis acumulam queda no ano, diz a empresa.

Petrobras aprova reajuste de 4% na gasolina, e de 5% no diesel

Foto: Ilustrativa/Pixabay

A Petrobras aprovou hoje (9) um reajuste médio de 4% no preço da gasolina em suas refinarias, o que equivale a R$ 0,07 por litro. O aumento vale a partir de amanhã (10).  ebc - Petrobras aprova reajuste de 4% na gasolina, e de 5% no dieselebc - Petrobras aprova reajuste de 4% na gasolina, e de 5% no diesel

Também será reajustado o diesel vendido pela Petrobras. O combustível ficará 5% mais caro, o que equivale a 0,08 centavos.

Com o reajuste, o litro da gasolina passará a custar R$ 1,82 nas refinarias, enquanto o diesel, R$ 1,76. Após ser vendido pela Petrobras aos distribuidores, o combustível aumenta de preço até chegar ao consumidor final devido a imposto estaduais e federais, custos de distribuição e revenda e adição de biocombustível.

Publicidade

O preço praticado pela Petrobras em suas refinarias correspondeu, entre julho e agosto, a 30% do preço final da gasolina e a 49% do preço final do diesel vendidos nos postos de combustíveis.

Ao divulgar os reajustes, a Petrobras informou que, ao longo do ano, os preços dos dois combustíveis acumulam queda. No caso da gasolina, o preço está 5,3% mais baixo que o de janeiro. Já o diesel vendido nas refinarias está 24,3% mais barato que no início do ano.

Ver comentários

Continue Lendo...

Contas externas têm em setembro sexto mês seguido de saldo positivo

Superávit de US$ 2,32 bi foi o maior da série histórica do BC.

Leia Mais
Caixa paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários

Também é liberada hoje 2ª parcela do auxílio extensão para NIS final 3.

Leia Mais
Guedes diz que recuo na economia será menor que o esperado

Para o ministro, a atividade econômica está em recuperação no país.

Leia Mais
Programa de suspensão de contrato e redução de jornada é prorrogado

Decreto foi publicado hoje no Diário Oficial da União.

Leia Mais
Caixa amplia margem do empréstimo consignado para 35%

Novo limite vai até o fim do ano, quando termina período de calamidade.

Leia Mais