×

Evitou Bolsonaro? Vampeta critica ‘charme’ de Tite: ‘Ele já foi ver o Lula!’

Evitou Bolsonaro? Vampeta critica ‘charme’ de Tite: ‘Ele já foi ver o Lula!’

Uma cena envolvendo Tite e Jair Bolsonaro chamou a atenção de quem acompanhava a cerimônia de premiação da Copa América, neste domingo, no Maracanã. O treinador da Seleção Brasileira recebeu a medalha das mãos do presidente da República, mas, na sequência, não lhe deu muita atenção.

E não foi por falta de tentativa de Bolsonaro: o político segurou a nuca de Tite, tentou trocar algumas palavras com o técnico, mas o comandante da Seleção abaixou a cabeça e se desvencilhou rapidamente. Poucos segundos depois, Tite deu um beijo e um efusivo abraço no presidente da CBF, Rogério Caboclo.

Teria o treinador brasileiro “evitado” o presidente da República?

Assista ao vídeo abaixo e tire as suas próprias conclusões!



Hoje comentarista do Grupo Jovem Pan, o ex-jogador Vampeta se irritou com o fato protagonizado por Tite. Durante o Fim de Jogo deste domingo, o pentacampeão mundial criticou aquilo que classificou como um “charme” do treinador.

“Ele (Tite) não vem com esse negócio de (fazer) charme, não, porque ele já levou (taça) pro Lula, também! Ele falou: ‘se eu ganhar, não vou lá (no Planalto) ver o Bolsonaro, porque…’ E levou lá pro Lula! Esquece a política e comemora! É que aí vem a milonga do Tite! É milongueiro, porque ele foi ver o Lula! O que eu questiono do Tite é isso: ele fez um charme dizendo que se ganhasse a Copa não iria lá no Planalto, mas ele já foi lá e levou taça pro Lula!”, disparou.

Desde que assumiu a Seleção, Tite sempre tentou evitar se envolver em questões políticas. Disse que, se ganhasse a Copa do Mundo, não iria a Brasília para se encontrar com o então presidente Michel Temer e reafirmou tal posição neste ano, com a Copa América e Jair Bolsonaro. Quando o atual chefe do Executivo participou da festa do decacampeonato brasileiro do Palmeiras, em dezembro do ano passado, o treinador demonstrou incômodo e indicou que esporte e política “não se misturavam”.

A questão, no entanto, é que, em 2012, Tite tirou fotos ao lado de Lula e da taça da Libertadores após a conquista do torneio continental com o Corinthians.

Recentemente, o treinador admitiu que errou ao posar com o ex-presidente. “Em 2012 eu errei. Ele não era presidente, mas fui ao Instituto e mandei felicitações por um aniversário. Não me posicionei politicamente”, afirmou, em entrevista ao programa Grande Círculo, do SportTV. “Não tenho partido político, tenho torcida para que o Brasil seja melhor em igualdade social. E que nossas prioridades sejam educação e punição [aos corruptos].”

Confira o comentário completo de Vampeta no vídeo abaixo!

Fonte: JovemPan

Ver comentários

Continue Lendo...