×

Em novo decreto, Governo de Rondônia muda decisão sobre visitas nos presídios

Em novo decreto, Governo de Rondônia muda decisão sobre visitas nos presídios

Foto: Hosana Morais/G1

Está suspensa, a partir deste sábado (21), a realização de visitas nos presídios de Rondônia, pelo prazo de 30 dias, prorrogável. O decreto foi publicado por meio da Portaria nº 871 de 20 de março de 2020. Fica ainda proibida a emissão de novas carteiras de pessoas visitantes, pelo mesmo prazo previsto, prorrogável. A nova medida faz parte das ações para enfrentamento da emergência de saúde pública, em todo o território do Estado de Rondônia, decorrente da pandemia do coronavírus (Covid-19).

Portanto, Rondônia passa a engrossar a lista dos estados brasileiros que decretaram a suspensão total das visitas nas unidades prisionais estaduais – que foi uma orientação do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça. Anteriormente, através da Portaria nº 806, de 16 de março de 2020, o governo de Rondônia havia optado por medida alternativa, alterando as visitas semanais para quinzenais e designando aos policiais penais a realização de procedimentos, na entrada dos presídios, voltados a avaliações de sintomas do coronavírus – o que carretava riscos a esses servidores sem pratica na área de saúde.

O Sindicado dos Policiais Penais (Singeperon) se manifestou em sua página oficial no Facebook agradecendo ao governo por atender ao pedido da entidade, e considerou uma decisão assertiva ao publicar uma nova medida mais segura, no sentido de evitar a disseminação dos vírus no sistema prisional, o que traria consequências drásticas, tendo em vista as condições de insalubridade e de higienização precária nos presídios, além do número insuficientes de profissionais da saúde no quadro da Secretaria de Justiça (Sejus) para atender as 48 unidades prisionais do Estado, e da insuficiência de materiais de proteção.

Publicidade

O Singeperon oficiou ao Estado no dia 16 de março pedindo a suspensão das visitas por 30 dias e, após o governo publicar a Portaria nº 806, de 16 de março de 2020, com a suspenção parcial, a entidade voltou a protocolar no dia 17 reiterando o pedido de suspensão total. O Sindicato ainda entrou com medida cautelar de urgência junto ao tribunal de Justiça, que intimou o Estado para que se manifestasse no prazo de 24 horas.

Ver comentários

Continue Lendo...

Lotofácil passará a ter seis sorteios semanais

As premiações ocorrerão de segunda a sábado.

Leia Mais
Defensoria Pública poderá contestar resultado de auxílio emergencial

Acordo para agilizar processos foi feito com Ministério da Cidadania.

Leia Mais
Conselho anuncia operação em áreas protegidas da Amazônia Legal

Fiscais do Ibama e do ICMBio já estão fazendo buscas e autuações.

Leia Mais
Golpes cibernéticos prometem de dinheiro a serviços de streaming

Denúncias de sites e aplicativos fraudulentos não param de crescer.

Leia Mais
Saiba como cadastrar e usar a CNH digital

Você sabia que não precisa mais portar a versão impressa do documento?

Leia Mais