×

Segurança é aperfeiçoada para acesso ao Fórum Geral César Montenegro

Para a garantia da segurança de servidores, magistrados e usuários.

Segurança é aperfeiçoada para acesso ao Fórum Geral César Montenegro

Imagem Sinjur

O Fórum Geral Desembargador César Montenegro, recém-inaugurado pelo Judiciário de Rondônia, foi contemplado com o sistema de vigilância eletrônica, assim com as 31 unidades prediais da capital e interior pelo Centro Integrado de Monitoramento (CIM).

Para a garantia da segurança de servidores, magistrados e usuários, o novo prédio conta com equipamentos de controle de acesso e cadastramento prévio para a liberação de entrada na unidade.

O juiz coordenador do Fórum Geral, Ilisir Bueno, alerta a população que tem audiências agendadas para chegar com antecedência a fim de cumprir todos os procedimentos antes da audiência. “O procedimento é relativamente rápido, mas pode haver muitos usuários chegando no mesmo horário, por isso é melhor prevenir”, disse.

Publicidade

O coordenador de segurança patrimonial e humana do TJRO, Coronel Hilton José de Santana, explica os procedimentos necessários para aqueles que necessitam de atendimento e audiência nas unidades do novo fórum.

“Para os jurisdicionados que têm audiência marcada no Fórum Geral, o primeiro procedimento na entrada é passar pela porta giratória, que é o controle de acesso para que as pessoas não entrem com nenhum tipo de objeto metálico ou algum armamento. Se o usuário possui um documento que comprove o porte de arma deverá ser acompanhado por um supervisor até a sala de acautelamento, para que a arma seja devidamente registrada e colocada em um armário. Após este procedimento, o usuário está liberado para entrar no prédio”, explicou.

Raios X e cadastramento

Ainda sobre os procedimentos de entrada no prédio do Fórum Geral, Hilton explica os procedimentos de entrada nos raios X para detectar materiais ou alguma anormalidade. “Se o usuário porventura estiver portando bolsa deverá colocar no detector para verificar se há algum tipo de material metálico que possa impedir o acesso. Se não houver o acesso estará liberado”.

“Após os raios-X, o usuário deve se dirigir até a recepção, onde fará um cadastro, apresentando documento de identificação e, por fim, uma fotografia para a leitura facial. Como o prédio ainda passa pelos últimos ajustes, o usuário irá pegar um cartão de acesso para passar pela catraca e se dirigir à unidade judiciária”, finalizou Hilton.

Ver comentários

Continue Lendo...

Ações pedagógicas contribuem para o avanço da educação em Rondônia

Seduc segue orientações do governador visando fortalecer a educação de Rondônia.

Leia Mais
Sinjur e Centrais Sindicais de RO se unem e solicitam reunião com presidente da ALE/RO para tratar sobre Reforma da Previdência

Na oportunidade, ficou decidido uma atuação conjunta para avaliar a Minuta da proposta da Reforma da Previdência no âmbito estadual.

Leia Mais
Vice-presidente da OAB Rondônia visita sala de apoio no Fórum Geral

A instalação conta, até o momento, com 6 computadores disponíveis aos advogados e advogadas, e está situada na sala 24, no térreo do prédio.

Leia Mais
Sindicato fala das conquistas, lutas e resultados obtidos em 2019

RONDÔNIA – Durante todo o ano de 2019, o Sindicato dos Trabalhadores no Poder Judiciário do Estado de Rondônia (Sinjur) esteve ao lado da categoria resistindo e buscando a efetivação de diversos direitos que foram…

Leia Mais
Facebook proíbe vídeos ‘deepfakes’

Plataforma vai remover imagens alteradas para distorcer realidade.

Leia Mais
Conheça os feriados e pontos facultativos de 2020 em municípios de Rondônia

Nesses dias não haverá expediente nos órgãos governamentais.

Leia Mais