×

Publicidade

Acesso efetivo à Justiça: TJRO lança chatbot para consultas processuais

Acesso efetivo à Justiça: TJRO lança chatbot para consultas processuais

Com o número do CPF, cidadão obtém informações no site do TJRO - Foto: Assessoria - TJRO

Numa cerimônia simples como o acesso a informações sobre processos deve ser a partir de agora, foi lançado, na manhã desta quinta-feira, 7, o chatbot Dakota, o novo assistente virtual do Tribunal de Justiça de Rondônia. A ferramenta foi idealizada por participantes do I HackaJus, realizado pelo Escritório de Inovação da instituição, ano passado, e que terá sua segunda edição nos próximos dias 15 e 16-11, no Porto Velho Shopping, com o tema “Melhoria dos Serviços Jurisdicionais”.

O evento foi aberto pela juíza auxiliar da presidência do TJRO, Euma Tourinho, representando o presidente do Judiciário, Walter Waltenberg. “Confesso que nunca trabalhei com alguém tão visionário”, disse a magistrada ao recordar a 1ª Campus Party da Região Norte, evento social e tecnológico, que teve a capital de Rondônia, Porto Velho como sede na sua realização anual de 2018, e durante o qual o TJRO teve participação ativa, com a promoção do HackaJus, o Hackathon do Judiciário.

Durante a apresentação das funcionalidades do chatbot, que requer apenas a digitação do CPF da pessoa interessada na consulta, Euma Tourinho enalteceu o trabalho do Escritório de Inovação e da Stic – Secretaria de Tecnologia de Informação e Comunicação do TJRO, e disse estar “extremamente orgulhosa e emocionada com a conquista, pois representa o empenho de uma instituição pequena apenas em termos de classificação como tribunal de pequeno porte, mas que é gigante em termos de desenvolvimento, de comprometimento e de doação ao trabalho, que é reconhecido nacionalmente.”

Publicidade

Presente no lançamento do chatbot, o defensor público-geral do Estado de Rondônia, Hans Lucas Immich, parabenizou o TJRO pela iniciativa e disse que a ferramenta representa “uma ação de boa governança, de boa gestão, fruto de um Tribunal de Justiça pioneiro e vanguardista”.

Segundo o secretário de Tecnologia da Informação e Comunicação do TJRO, Fabiano de Sousa Gutierrez, o chatbot está na fase inicial, passará por melhorias que serão implementadas no decorrer do seu desenvolvimento e é uma ferramenta que vai “facilitar o acesso do cidadão às informações do processo. O cidadão terá as informações necessárias sem ter que se dirigir ao fórum. É a informação na palma da mão”, afirmou.

Para a diretora do Escritório de Inovação do TJRO, Rosana Souza, “é uma conquista que significa o cumprimento da missão de oferecer à sociedade o acesso efetivo à Justiça, conciliando celeridade, qualidade e transparência, na prestação do serviço ao cidadão rondoniense”.

 

Ver comentários

Continue Lendo...

STF mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada em maio pelo plenário, que proíbe o trabalho de gestantes em atividades…

Leia Mais
Judiciário mantém punição a homem que agrediu policial

Após agredir fisicamente o policial, o réu resistiu à prisão.

Leia Mais
TCE-RO implanta plenário virtual e julgamento de processos será agilizado

O Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO) implantou o sistema de plenário virtual como rotina para a relatoria de processos na Corte. A novidade tecnológica permite que processos sejam relatados em ambiente virtual, o que…

Leia Mais
Semana da Conciliação em Vilhena tem atendimentos jurídicos e sociais

A programação da Semana Nacional da Conciliação em Vilhena está acontecendo no plenário do Tribunal do Júri do Fórum Desembargador Leal Fagundes. No local estão sendo realizadas audiências que podem pôr fim a processos por…

Leia Mais
Inclusão indevida do nome em cadastro de inadimplentes gera indenização por danos morais

A 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Rondônia manteve a condenação da empresa Centrais Elétricas de Rondônia ao pagamento de indenização por danos morais, no valor de cinco mil reais, à moradora que…

Leia Mais
Estado de Rondônia é condenado a indenizar filha de aluno-bombeiro morto em treinamento

Por unanimidade de votos, os desembargadores da 2ª Câmara Especial do Tribunal de Justiça reformaram, parcialmente, a sentença de 1º grau e condenaram o Estado de Rondônia a indenizar, por danos morais e materiais, a…

Leia Mais