×

Decano do TJRO é homenageado em sessão na 1ª Câmara Especial

Momento repleto de emoção marca trajetória de 38 anos dedicados à Justiça

Decano do TJRO é homenageado em sessão na 1ª Câmara Especial

Sessão solene ocorrida no plenário do TJRO.

Após os julgamentos regulares dos processos atribuídos à 1ª Câmara Especial do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, nessa quinta-feira, 2, do alto de de 38 anos dedicados ao Judiciário e ao povo rondoniense, o desembargador Eurico Montenegro Júnior, o decano da Corte estadual, recebeu merecidas homenagens em sua derradeira participação como juiz de segunda instância naquele órgão julgador. A experiência de quem dedicou tanto tempo ao nobre ofício da Magistratura rendeu-lhe a humildade para agradecer aos elogiosos reconhecimentos feitos pelos pares, representantes do Ministério Público, OAB/RO e servidores que estiveram ao lado do desembargador Eurico por anos. Todos foram unânimes em admitir que o aprendizado e a admiração pelo desembargador e seu legado no mundo jurídico foram cultivados sob a sombra de uma sabedoria simples, ostentada pela timidez característica dos que falam não mais que o necessário para angariar respeito.

O presidente da Câmara, desembargador Gilberto Barbosa Batista dos Santos, inaugurou a homenagem, ao tratar da aposentadoria do colega a quem agradeceu pelos longos anos de serviços prestados ao Judiciário. “Aprendi com sua postura humana e solidária”, afirmou. O reconhecimento também veio do colega Oudivanil de Marins, que destacou as qualidades do homem e do juiz e fez votos de amizade e boa sorte na nova fase da vida que se inicia. Por meio virtual, o desembargador Roosevelt Queiroz Costa rememorou a trajetória indelével do magistrado, a quem, entre outros predicados, disse ter o “DNA forte, infalível, formador de ícones”, numa referência à tradição familiar, pois que, filhos de juiz de Direito, Eurico e o irmão, já saudoso César Montenegro, trilharam na Magistratura de Rondônia trajetórias brilhantes.

O desembargador Miguel Monico Neto ressaltou a sabedoria de Eurico Montenegro para julgar os casos mais intrincados. E ainda a capacidade e honradez com que ocupou por tantos anos o cargo de desembargador e nas demais importantes funções desempenhadas no Judiciário rondoniense. O representante do Ministério Público, procurador Eriberto Barroso, destacou a carreira, o senso de Justiça e o legado de sua postura íntegra e dos julgados, que ao longo do tempo, transmitem o estudo e a dedicação ao Direito que são herança para a comunidade jurídica, ante a maneira justa, equilibrada e sensata a qual o desembargador se manteve durante toda a carreira. O presidente da OAB/RO, Elton Assis, recordou que foi aluno de Direito Constitucional nas aulas ministradas por Montenegro, na Universidade Federal de Rondônia. Reconheceu todo o caminho trilhado pelo magistrado e a maneira sempre afável com que buscou o entendimento para a melhor solução das demandas que se apresentaram durante a vivência judiciária por quase quatro décadas.

continua após a Publicidade

As servidoras Cláudia Mariele Sena, que falou em nome dos servidores lotados no Gabinete do desembargador, e Karen Teixeira, coordenadora da 1ª Câmara Especial, responsável pela equipe de organização das sessões de julgamento, também renderam suas emocionadas homenagens ao Decano da Corte, que é a atribuição dada ao mais antigo dentre os julgadores de um tribunal, cujas competências e importância são costumeiras e previstas em lei.

Em nome da família, o advogado Eurico Montenegro Neto falou do pai, do homem e do profissional que foi sua inspiração, pela paixão e dedicação do desembargador, um vocacionado para a Magistratura. “Tenho muito ainda a aprender com o desembargador, agora despido da toga, para ensinar aos netos os exemplos que sempre passou, não com palavras, mas com o comportamento, o qual todos procuram seguir”. A ética e integridade do homem público não se aposentam junto com o julgador, pois, como disse o filho: “pai, o senhor cumpriu sua missão no Tribunal de Justiça e, como a vida continua, esperamos aprender mais e ouvir suas histórias, agora ainda mais próximos”.

Por fim, imagens da trajetória do desembargador foram exibidas aos participantes da sessão, enquanto o decano da Corte agradeceu às homenagens, com sua habitual cordialidade e humildade. “Eu me sinto verdadeiramente emocionado e, às vezes, até convencido das qualidades que os senhores me apresentaram e eu não vislumbro”. E refletiu: “há tempo para todo propósito”, ao reconhecer a chegada da hora da aposentadoria, de partir do convívio dos colegas. Para a família, um pedido: peço perdão por todas as horas que me ausentei do seu convívio. Foi uma boa causa. Deixo o Tribunal orgulhoso da obra que construímos juntos”.

Sob aplausos, a sessão histórica foi encerrada.

Ver comentários

Continue Lendo...

TJRO reforça vigência de medidas restritas por conta das condições sanitárias

Desde o dia 1º de março, o horário de expediente do Poder Judiciário, em todo estado, é das 7h às 14h, com intervalo intrajornada de 30 minutos, conforme estabelecido pela Resolução 184/2021, publicada nesta quinta-feira,…

Leia Mais
Juiz autoriza sindicato de motoristas de apps a importar vacinas

Na decisão, o juiz criticou a atuação do governo no combate à covid-19.

Leia Mais
Justiça de RO mantém preso acusado de desviar 9 milhões de reais de clientes do BB

A 1ª Câmara Especial do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, por intermédio de seus julgadores, manteve a decisão do Juízo de Direito da 1ª Vara Criminal da Comarca de Alta Floresta do Oeste…

Leia Mais
OAB Rondônia aprova refis para anuidades vencidas, com desconto na multa e juros

Com redução de até 90% da multa e juros de mora das anuidades vencidas até dezembro de 2020, o Conselho Pleno da OAB Rondônia aprovou na última Sessão Ordinária nº446, via videoconferência nesta sexta-feira (26),…

Leia Mais
Sistemas prisional e socioeducativo já têm 7,8 mil novos casos de Covid-19 em 2021

Somente nos primeiros meses de 2021, foram registrados 7,8 mil novos casos oficiais da Covid-19 entre pessoas em privação de liberdade e servidores, segundo monitoramento realizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).  No total, estabelecimentos dos sistemas prisional…

Leia Mais
Ministério Público ingressa com ação para que Estado realize obras em escola que desabou em Buritis

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça da Comarca de Buritis, ajuizou Ação Civil Pública nesta terça-feira (23 de fevereiro), com pedido de liminar, a fim de que o…

Leia Mais