×

Lançado edital para acordos diretos de precatórios devidos pelo Governo do Estado

Credores, cessionários, herdeiros e advogados podem garantir acordo com deságio de 40%

Lançado edital para acordos diretos de precatórios devidos pelo Governo do Estado

Imagem: Assessoria TJRO

Foi lançado este mês pelo Tribunal de Justiça de Rondônia o Edital 001/2021, para habilitação, classificação e pagamento de credores interessados em participar de acordos diretos em precatórios devidos pelo Estado de Rondônia. Este é o segundo edital lançado pelo Judiciário com o objetivo de dar celeridade à quitação das dívidas de entes públicos transformadas em título. Em outubro de 2020, a regulamentação de um edital da Prefeitura de Porto Velho viabilizou acordos diretos mediante um deságio de 40%. Agora, a oportunidade de acordo é para os credores do Estado, que, junto com o município de Porto Velho, representam maioria na fila de pagamento de precatórios.
Estão aptos a participação do certame credores originais ou cessionários, desde que a cessão já esteja deferida e registrada nos autos do precatório, herdeiros e advogados, aptos a recebem honorários sucumbenciais. Os credores poderão ser representados por procurador constituído mediante instrumento público, com poderes especiais para celebração de conciliação, transigir e renunciar à parcela do crédito do precatório ou, em se tratando de pessoa jurídica, por preposto, nomeado para esse fim, por meio de instrumento com firma reconhecida.
O prazo para habilitação terá início às 7 horas do dia 3 de maio, e encerrará às 23h59 do dia 31 de maio de 2021. O saldo atual para acordo disponibilizado pelo Estado é de cerca de 48 milhões de reais. Os credores de precatórios do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região e Tribunal Regional Federal da 1ª Região, que têm como ente devedor o Estado de Rondônia, poderão apresentar petição, optando pelo acordo, protocolizando a peça na sede do Tribunal de Justiça, durante o prazo do edital.
A relação de classificados será publicada no Diário Oficial Eletrônico do Tribunal de Justiça (DJE) e, no prazo de 5 dias úteis, o interessado que não estiver na lista poderá manifestar-se, comprovando ter preenchido os requisitos para a habilitação. O próximo passo será a abertura de prazo para que os credores possam desistir do acordo. Caso não se manifestem no processo já estão com o acordo automaticamente homologado, entrando na fila de pagamento conforme os critérios definidos por lei.
 
Precatórios
Os precatórios são instrumentos utilizados pelo Judiciário para requisitar do poder público o pagamento de dívidas decorrentes de processo judicial transitado em julgado.
Depois que a Justiça der ganho de causa definitivo ao cidadão, condenando o ente federativo a indenizá-lo, o juiz expede um documento, nos moldes de ofício, endereçado ao presidente do Tribunal, a quem cabe, por força constitucional, adotar as providências necessárias para que o pagamento se concretize.
Após o recebimento do pedido, o presidente autoriza o início do processo de precatório, que é formado a partir de informações prestadas pela vara, e que passa ter andamento na Coordenadoria de Conciliação de Precatórios, unidade vinculada à Presidência.
A requisição é materializada em documento encaminhado pelo presidente do Tribunal ao ente público devedor, que deve incluir o valor devido em seu orçamento e realizar o repasse de recursos para pagamento.
As contas em que são depositados os recursos destinados ao pagamento de precatórios são administradas pelo Tribunal, que realiza o pagamento aos credores, segundo uma lista cronológica organizada de acordo com a data de apresentação do precatório; uma espécie de fila organizada e pública.
Ver comentários

Continue Lendo...

Foto: Ilustrativa/Pixabay

Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça da Comarca de Ariquemes, expediu recomendação à Prefeitura e Ariquemes, à Secretaria Municipal de Saúde de Ariquemes e a todos os médicos que…

Leia Mais
Foto: Reprodução/CDL Cacoal

Na decisão, o magistrado vislumbra que o CNSPC inova ao criar restrição em descompasso com Lei Federal, mitigando o pleno exercício da profissão. O juízo da 1ª Vara Federal Cível e Criminal da Subseção Judiciária…

Leia Mais
Foto: Reprodução/Fórum

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Guajará-Mirim, com atribuições na curadoria da Probidade Administrativa e Patrimônio Público, requereu judicialmente a aplicação de multa ao Município de Guajará-Mirim…

Leia Mais
Foto: Assessoria/TJRO

O desembargador Paulo Kiyochi Mori, presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, recebeu, nesta sexta-feira, dia 23 de abril de 2021, integrantes da diretoria da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia –…

Leia Mais
Foto: Ilustrativa/Pixabay

A 1ª Câmara Especial do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia rejeitou os pedidos dos recursos de apelações do Estado de Rondônia e do Departamento de Estradas de Rodagens e Transportes do Estado de…

Leia Mais
Foto: Ilustrativa/Pixabay

Participação dessa população no cenário político brasileiro vem aumentando conforme é assegurada a presença da Justiça Eleitoral nas comunidades e reservas em todo o país.

Leia Mais