×

Publicidade

Poder Judiciário inicia Encontro Estadual da Magistratura

Poder Judiciário inicia Encontro Estadual da Magistratura

Fotografia: TJRO

O Tribunal de Justiça de Rondônia, por meio da Corregedoria Geral da Justiça, promoveu na noite da última quinta-feira (10) a abertura do Encontro Estadual da Magistratura, iniciativa que visa ao aprimoramento das potencialidades individuais dos magistrados para a melhoria do desempenho profissional, por meio do autoconhecimento. A cerimônia aconteceu no auditório da Assembleia Legislativa.

Compuseram a mesa de honra o Corregedor-Geral da Justiça do Tribunal de Justiça de Rondônia, Desembargador José Jorge Ribeiro da Luz; o presidente da Associação dos Magistrados do Brasil, juiz Jayme Martins de Oliveira Neto; o presidente da Associação dos Magistrados de Rondônia, Desembargador Alexandre Miguel; o juiz Sérgio William Domingues Teixeira, representando a presidência do TJRO; o juiz Guilherme Baldan, vice-diretor da Escola da Magistratura de Rondônia (Emeron) e a presidente da Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj), juíza Renata Gil de Alcantara Videira.

Em sua fala, o Corregedor-Geral destacou a importância do encontro para o fortalecimento da magistratura e ressaltou o evento como um momento não apenas para a discussão de questões profissionais, mas para a autorreflexão e a integração com a família, também convidada a participar do encontro. “Hoje damos início a um projeto que não é para acabar nunca, de acompanhamento dos nossos magistrados, incluindo sua saúde psíquica. A magistratura somente é forte na medida e exata proporção em que seus membros são fortes. A força individual leva à força da totalidade”, afirmou. O corregedor também conclamou à união entre os magistrados para o fortalecimento da justiça. “Todos participamos de uma só família: a do judiciário rondoniense. Somos um todo, ainda que separados pelos elementos diversos das nossas vidas”.

Publicidade

O presidente da Ameron, Alexandre Miguel, afirmou que o momento é de suma importância e que concretiza uma ideia pensada há muito tempo. “Esse encontro vai dar alicerce para continuarmos altivos e trabalhando, pois o Poder Judiciário ainda é de enorme confiança. Que possamos nos encontrarmos e nos aproximarmos cada vez mais”. Já o juiz Sérgio William Domingues Teixeira assinalou que o evento apresenta um olhar visionário sobre a reflexão dos problemas do dia a dia.

Após a mesa de abertura, os presentes acompanharam a palestra “Propósito, Engajamento e Gratidão”, ministrada pela atriz Denise Fraga. Denise afirmou que no mundo atual, dominado pela tecnologia, há um processo de desumanização em que as qualidades e características humanas estão sendo relegadas em nome da agilidade.

Essa desumanização imposta pela necessidade de produzir muito e rápido, sem respeito ao tempo e às emoções, está promovendo o que Denise chamou de epidemia de melancolia e doenças de ansiedade. “Essa sociedade do desempenho nos colocou em um lugar que está nos tirando nossa humanidade, felicidade e paciência”.

Apesar desse cenário, ela afirma que um movimento contrário tem surgido na busca de estratégias de esperança e reconexão. “Temos que tentar estabelecer estratégias para nós mesmos de sensibilização, para recuperar a nossa alegria e alcançar uma ressignificação enquanto humano. É muito interessante tentar começar a ouvir de verdade, fazer silêncios e deixar decantar”, sugeriu.A palestrante afirmou que “estamos em uma crise da comunicação justo na era da comunicação” e que as pessoas não estão conseguindo se entender, o que tem provocado isolamento e adoecimento, e um grande número de conflitos. “Onde acaba essa inabilidade social?”, questionou. “Vai acabar na justiça, onde temos que resolver as coisas mais banais por não nos comunicarmos”, respondeu. Denise pontuou que a função da magistratura torna-se difícil num mundo tão complexo e com tantas variantes da própria lei.

À plateia, ela lembrou a necessidade de que cada um se reconecte consigo mesmo, para a partir disso, de forma mais gentil e amigável, melhorar a relação com os demais. Encerrando o evento, Denise respondeu a perguntas da plateia. As atividades continuam durante a sexta-feira (11), com palestras sobre motivação no serviço público, comunicação não violenta, novas tecnologias e tendências.

 

Ver comentários

Continue Lendo...

STF mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada em maio pelo plenário, que proíbe o trabalho de gestantes em atividades…

Leia Mais
Acesso efetivo à Justiça: TJRO lança chatbot para consultas processuais

Numa cerimônia simples como o acesso a informações sobre processos deve ser a partir de agora, foi lançado, na manhã desta quinta-feira, 7, o chatbot Dakota, o novo assistente virtual do Tribunal de Justiça de…

Leia Mais
Judiciário mantém punição a homem que agrediu policial

Após agredir fisicamente o policial, o réu resistiu à prisão.

Leia Mais
TCE-RO implanta plenário virtual e julgamento de processos será agilizado

O Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO) implantou o sistema de plenário virtual como rotina para a relatoria de processos na Corte. A novidade tecnológica permite que processos sejam relatados em ambiente virtual, o que…

Leia Mais
Semana da Conciliação em Vilhena tem atendimentos jurídicos e sociais

A programação da Semana Nacional da Conciliação em Vilhena está acontecendo no plenário do Tribunal do Júri do Fórum Desembargador Leal Fagundes. No local estão sendo realizadas audiências que podem pôr fim a processos por…

Leia Mais
Inclusão indevida do nome em cadastro de inadimplentes gera indenização por danos morais

A 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Rondônia manteve a condenação da empresa Centrais Elétricas de Rondônia ao pagamento de indenização por danos morais, no valor de cinco mil reais, à moradora que…

Leia Mais