×

TJRO abona banco de horas negativo de aposentados e servidores

TJRO abona banco de horas negativo de aposentados e servidores

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, desembargador Marcos Alaor Diniz Grangeia, isentou todos os servidores (as) da Justiça Estadual, que estiveram afastados do seu local de trabalho, em razão da Covid-19, de compensarem o banco de horas a favor do Poder Judiciário rondoniense. A decisão atende ao pedido formulado pelo sindicato da categoria.

Quando foram adotadas as medidas restritivas como prevenção ao contágio da pandemia, praticamente todos os servidores e servidoras passaram a trabalhar em regime de home-office. Mas algumas funções não puderam ser exercidas, a exemplo de motoristas, agentes de segurança e serviços gerais, ou seja, aqueles que não utilizam computadores para realizar o trabalho.

Segundo a decisão do presidente do TJRO, os servidores (as) que não puderam trabalhar em suas casas, por questões técnicas ou incompatibilidades, durante a vigência das medidas de afastamento, serão beneficiados (as) com a isenção da compensação das horas não trabalhadas. Já os colaboradores (as) que realizaram a compensação das horas, estas serão revertidas como folga compensatória, mediante ajuste com a chefia imediata.

continua após a Publicidade

A decisão explica também que os servidores (as) que indenizaram o Tribunal quando se aposentaram deverão ser reembolsados pelo valor atualizado, observada a disponibilidade financeira e orçamentária.

Segundo a decisão, “as medidas adotadas no âmbito deste Tribunal de Justiça o foram em razão da inesperada e excepcional ocorrência da pandemia mundial da COVID-19 e visaram, especialmente, proteção à saúde e ao bem-estar daqueles que laboram (trabalham) neste Poder Judiciário”. Porém, “o cenário mais pessimista felizmente não se concretizou e durante a pandemia a prestação jurisdicional do TJ/RO não foi prejudicada, em termos de produtividade, tanto é que foram amplamente divulgados altos índices positivos relacionados aos serviços do TJ/RO”.

A decisão, no processo administrativo (n. 0013908-65.2021.8.22.8000) foi no dia 18 de abril de 2022.

Ver comentários

Continue Lendo...

Decisão da Justiça impede atuação da PRF fora de rodovias federais

Pedido do MPF ocorreu após operações policiais conjuntas, com mortes.

Leia Mais
TJRO aumenta indenização à professora por erro médico

Ela deu entrada no hospital com luxação e saiu com braço fraturado.

Leia Mais
Justiça STF reconhece licença de 180 dias para servidor federal pai solo

STF reconhece licença de 180 dias para servidor federal pai solo.

Leia Mais
TJ nega atendimento psicológico particular para acusado de matar grávida

Juíza aponta que unidade prisional onde Gabriel está disponibiliza atendimento psicológico aos presos, inclusive ao réu, por isso ele não precisaria de atendimento privado.

Leia Mais
STJ decide que honorários devem ser fixados de acordo com valor da causa

“Hoje a força de mais de um milhão e trezentos mil advogadas e advogados esteve presente com Beto Simonetti, no solo sagrado da advocacia, a tribuna, e fez triunfar a lei, o estado democrático de…

Leia Mais
Falta de médicos e falhas na estrutura para realização de testes da COVID-19 motivam recomendação

O Ministério Público do Estado de Rondônia e a Defensoria Pública do Estado de Rondônia emitiram recomendação conjunta em que orientam o Município de Nova Brasilândia a adotar uma série de medidas para garantir atendimento…

Leia Mais