×

TST determina fim da greve dos Correios

Trabalhadores devem retornar ao trabalho amanhã.

TST determina fim da greve dos Correios

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu determinar o fim da greve dos funcionários dos Correios e o retorno ao trabalho a partir de amanhã (22). O tribunal julgou nesta tarde o dissídio de greve dos trabalhadores da estatal, que estão parados desde 17 de agosto, diante das discussões do novo acordo coletivo. ebc - TST determina fim da greve dos Correiosebc - TST determina fim da greve dos Correios

Por maioria de votos, os ministros da Seção de Dissídios Coletivos consideraram que a greve não foi abusiva. No entanto, haverá desconto de metade dos dias parados e o restante deverá ser compensado. Além disso, somente 20 cláusulas que estavam previstas no acordo anterior deverão prevalecer. O reajuste de 2,6% previsto em uma das cláusulas foi mantido.

Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (Fentect), a greve foi deflagrada em protesto contra a proposta de privatização da estatal e pela manutenção de benefícios trabalhistas. Segundo a entidade, foram retiradas 70 cláusulas de direitos em relação ao acordo anterior, como questões envolvendo adicional de risco, licença-maternidade, indenização por morte, auxílio-creche, entre outros benefícios.

Publicidade

Durante a audiência, os advogados dos sindicatos afirmaram que a empresa não está passando por dificuldades financeiras e que a estatal atua para retirar direitos conquistados pela categoria, inclusive os sociais, que não têm impacto financeiro.

Os representantes dos Correios no julgamento afirmaram que a manutenção das cláusulas do acordo anterior podem ter impacto negativo de R$ 294 milhões nas contas da empresa. Dessa forma, a estatal não tem como suportar essas despesas porque teve seu caixa afetado pela pandemia.

A empresa também sustentou que não pode cumprir cláusulas de acordos que expiraram, sob forma de “conquista histórica” da categoria.

Ver comentários

Continue Lendo...

STF concede prisão domiciliar a detentos que têm filhos menores

Pais de crianças com deficiência também têm direito ao benefício.

Leia Mais
OAB inaugura primeiro parlatório em unidade prisional de Cacoal

Com três salas para atendimento de apenados pela advocacia, o presidente da OAB Rondônia, Elton Assis e o presidente da Subseção de Cacoal, Diógenes Nunes, entregaram à unidade prisional do município seu primeiro parlatório. O…

Leia Mais
Entra em vigor lei que cria cadastro nacional de condenados por estupro

Entrou em vigor nesta sexta-feira (2) a lei que cria o Cadastro Nacional de Pessoas Condenadas por Crime de Estupro, que será operado pelo governo federal. Publicada no Diário Oficial da União, a Lei 14.069,…

Leia Mais
Celso de Mello antecipa aposentadoria do STF

Ministro deve deixar a Corte no dia 13 de outubro.

Leia Mais
AGU cobra na Justiça R$ 893 milhões de desmatadores da Amazônia

Força-tarefa do órgão ajuizou 27 ações de ressarcimento em setembro.

Leia Mais
Entenda o que muda com a Lei Geral de Proteção de Dados

Legislação entrou em vigor nesta sexta-feira.

Leia Mais