×

Ministério da Cidadania conta com mais R$ 26,2 bi para auxílios sociais

Ministério da Cidadania conta com mais R$ 26,2 bi para auxílios sociais

Maior parte do dinheiro, R$ 25,72 bilhões, é destinada ao pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 - Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

O presidente Jair Bolsonaro editou duas medidas provisórias que liberam mais R$ 26,2 bilhões para o enfrentamento da emergência de saúde pública provocada pelo coronavírus. As matérias abrem crédito extraordinário para o Ministério da Cidadania aplicar em ações de segurança alimentar e no pagamento do auxílio emergencial de proteção social.

A MP 956/2020 foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União da sexta-feira (24). O texto libera R$ 25,72 bilhões para reforçar o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 a pessoas em situação de vulnerabilidade.

A maior parte do dinheiro (R$ 23,05 bilhões) vem do superávit financeiro de exercícios anteriores, que integra o caixa único do Tesouro Nacional e é geralmente usado para quitar dívidas. Os outros R$ 2,669 bilhões resultam da arrecadação com a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), um dos tributos que financiam a seguridade social. Os recursos estão direcionados a programas como o Bolsa Família.

Publicidade

A segunda medida provisória (MP 957/2020) foi publicada na edição do Diário Oficial da União desta segunda-feira (27). O texto abre crédito extraordinário de R$ 500 milhões para o Ministério da Cidadania aplicar em segurança alimentar e nutricional. O dinheiro vem do orçamento da seguridade social.

Rito sumário

Um ato conjunto das Mesas do Senado e da Câmara prevê um rito sumário para a tramitação de medidas provisórias durante a pandemia. As MPs devem ser examinadas diretamente em plenário, sem passar antes por uma comissão mista.

De acordo com o mesmo ato, cada Casa pode dispor sobre procedimentos adicionais para a análise das MPs. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, decidiu que não vai colocar em votação nenhuma das matérias que abrem crédito extraordinário para o combate da covid-19. Segundo Alcolumbre, a execução dessas despesas independe da aprovação de parlamentares.

Desde o início da crise provocada pelo coronavírus, Jair Bolsonaro editou 15 medidas provisórias que abrem crédito extraordinário para o enfrentamento da covid-19. Juntas, as matérias destinam R$ 252,6 bilhões a vários ministérios.

 

Ver comentários

Continue Lendo...

Chamas voltam a atingir Serra do Amolar, em Mato Grosso do Sul

Situação é “crítica e incontrolável”, diz ONG.

Leia Mais
Após paralisação, Correios devem retomar 100% das atividades hoje

Greve durou 35 dias e reajuste foi fixado em 2,6%

Leia Mais
PF e órgãos estaduais apuram causas de incêndios no Pantanal

Peritos encontram indícios de queima intencional em Mato Grosso.

Leia Mais
PF apura desvio na compra de respiradores no Amazonas

Medidas incluem o bloqueio de bens no valor R$ 2,976 milhões.

Leia Mais
Vítimas de violência doméstica poderão fazer denúncia em farmácias

CNJ e AMB lançam amanhã campanha de incentivo a essa prática.

Leia Mais
Governo vai contratar 5,1 mil profissionais para ações contra covid-19

Crédito extra de R$ 338,2 milhões foi publicado hoje no DOU.

Leia Mais