×

Bandido que matou cabeleireiro e roubou celular disse que PCC ordenou execução

Bandido que matou cabeleireiro e roubou celular disse que PCC ordenou execução

Imagem/site Rondoniagora.com

Em depoimento na madrugada desta sexta-feira (3), um cliente do salão de beleza onde criminosos mataram o cabeleireiro Lucas Veiga, disse que um dos assassinos o questionou antes de cometer o crime. Perguntou o motivo de a vítima estar querendo ver a foto dele. Em seguida efetuou disparos, disse que o crime era ordem do PCC, roubou celulares e fugiu. O bandido foi identificado por essa testemunha como Joás.

Lucas foi morto no salão localizado na avenida Tancredo Neves, bairro Caladinho região sul de Porto Velho. Inicialmente a PM informou que uma mulher havia participado do assassinato, mas a versão foi negada pela testemunha, que estava sendo atendido pela vítima.

O pai do cabeleireiro também prestou depoimento e afirmou que ouviu disparos e correu para ver o que estava acontecendo, quando viu o filho correndo e o arrastou para dentro da casa e fechou a porta. O homem acabou sendo atingido por disparos.

Publicidade

Ver comentários

Continue Lendo...

PRF apreende duas motos adulteradas e recaptura dois foragidos

Além das 4 ocorrências, um motorista também foi preso por dirigir embriagado.

Leia Mais
Caminhoneiro é preso pela PRF com 180 comprimidos de “rebite”

O homem estava com mais de oitocentos reais em espécie.

Leia Mais
PRF prende 10 motoristas embriagados em Rondônia

Alguns dos infratores haviam se envolvido em acidentes de trânsito.

Leia Mais
Em Porto Velho, PRF flagra homem com espingarda

Armamento foi encontrado no porta-malas de um carro.

Leia Mais
Em Porto Velho, PRF prende dupla com revólver e 10 munições

Armamento foi localizado embaixo do banco do motorista.

Leia Mais
Em Porto Velho/RO, PRF inicia atividades da Operação Lábaro 2020

Em atividade operacional intensa, foram fiscalizados 381 veículos e 579 pessoas. Houve também a recaptura de dois foragidos da justiça e uma prisão por alcoolemia.

Leia Mais