×

Idosa encontrada com fios enrolados no corpo pode ter sido morta pelo marido, em RO

Vítima tinha uma lesão na parte superior da cabeça.

Idosa encontrada com fios enrolados no corpo pode ter sido morta pelo marido, em RO - correio de rondônia

Foto: Alerta Rolim.

A Polícia Civil de Rolim de Moura (RO) passou a trabalhar com a linha de investigação de que a idosa de 64 anos, encontrada morta na casa onde morava no bairro Olímpico, tenha sido assassinada. O corpo dela foi achado no sábado (8) com fios amarrados no corpo. Para a polícia, o companheiro da vítima é o principal suspeito do crime. Ele ainda não foi localizado.

Segundo o delegado regional Alexandre Baccarini, a versão registrada no boletim de ocorrência e dada à Polícia Militar (PM) foi baseada no depoimento do companheiro da vítima. Nesse primeiro momento, a polícia não encontrou nenhum indício que apontasse que o homem estivesse mentindo ou ocultando informações.

Publicidade

“Por se tratar de uma morte com violência, o corpo é submetido a um exame médico legal. Durante a necropsia, o médico legista verificou que ela tinha uma lesão na parte superior da cabeça”, contou o delegado.

Baccarini explica que quando uma pessoa recebe uma descarga elétrica, o corpo apresenta sinais de entrada e saída dessa descarga em forma de queimaduras, o que não foi verificado no corpo da idosa.

“Ela apresentava uma queimadura apenas em uma das mãos, quando na realidade os pés dela ou até a planta dos pés deveriam ter sido atingidos com essas queimaduras, o que não ocorreu com esse corpo”, afirmou o delegado.

Outra possibilidade, também já descartada pela polícia, é que a mulher pudesse ter recebido um choque, caído e batido com a cabeça.

“O local onde está a lesão, na parte superior da cabeça, não indica que ela tenha caído ou batido a cabeça, a não ser que tenha caído de ponta, o que não é possível”, destacou Alexandre.

A polícia acredita que ela foi atingida na cabeça com algum objeto contundente. O principal suspeito do crime, é o companheiro da vítima que chegou a ser apresentado na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Rolim de Moura, mas como o laudo médico não havia sido concluído, não tinha nenhum elemento contra ele, então ele foi liberado e intimado para retornar a Unisp na segunda-feira (10), o que não foi feito .

“O companheiro dela apresentava sintomas de embriaguez, fala desconexa. Nós já ouvimos outras testemunhas e desde a manhã de hoje [11] nossa equipe está nas ruas procurando o suspeito para que ele possa dar a nova versão”, explicou o delegado.

Baccarini acredita que, até o final da semana, os agentes tenham concluído o inquérito e apontado as circunstâncias do crime. Em seguida o documento deve ser encaminhado para o judiciário e o Ministério Público (MP) para que se torne de fato uma ação penal pelo crime de feminicídio.

Fonte: G1 RO

Ver comentários

Continue Lendo...

PRF apreende duas motos adulteradas e recaptura dois foragidos

Além das 4 ocorrências, um motorista também foi preso por dirigir embriagado.

Leia Mais
Caminhoneiro é preso pela PRF com 180 comprimidos de “rebite”

O homem estava com mais de oitocentos reais em espécie.

Leia Mais
PRF prende 10 motoristas embriagados em Rondônia

Alguns dos infratores haviam se envolvido em acidentes de trânsito.

Leia Mais
Em Porto Velho, PRF flagra homem com espingarda

Armamento foi encontrado no porta-malas de um carro.

Leia Mais
Em Porto Velho, PRF prende dupla com revólver e 10 munições

Armamento foi localizado embaixo do banco do motorista.

Leia Mais
Em Porto Velho/RO, PRF inicia atividades da Operação Lábaro 2020

Em atividade operacional intensa, foram fiscalizados 381 veículos e 579 pessoas. Houve também a recaptura de dois foragidos da justiça e uma prisão por alcoolemia.

Leia Mais