×

Publicidade

Deputada Jaqueline Cassol desabafa contra o aumento de feminicídios em Rondônia

Dados foram divulgados pelo Atlas da Violência e mostraram a escalada de homicídios contra mulheres no Estado.

aumento - Deputada Jaqueline Cassol desabafa contra o aumento de feminicídios em Rondônia - correio de rondôniaO aumento no número de mulheres mortas no Brasil e em Rondônia foi tema de pronunciamento da deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO), na noite desta última terça-feira (11), no plenário da Câmara dos Deputados. A parlamentar demonstrou preocupação com a escalada da violência contra a mulher, revelada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), através do Atlas da Violência 2019 e garantiu que vai continuar trabalhando em defesa da mulher.

Segundo o Atlas, 13 mulheres foram assassinadas por dia no Brasil em 2017, o que representou um aumento de 6,3% em relação ao ano anterior. Em Rondônia o crescimento foi de 14,8% no mesmo período. A taxa de homicídio de mulheres para cada 100 mil habitantes no estado é de 7 enquanto no Brasil é de 4, isso coloca Rondônia no 8º lugar do ranking de homicídios contra as mulheres.

atlas - Deputada Jaqueline Cassol desabafa contra o aumento de feminicídios em Rondônia - correio de rondônia

Continua após a Publicidade

banner equilibrio - Silvio Santos diz que ficou excitado de verdade com Claudia Leitte - correio de rondônia

Em seu pronunciamento, Jaqueline Cassol pontuou que, em muitos casos, as vítimas não denunciam pela falta de autonomia, com isso, a violência perdura, culminando no homicídio. “Mais de 500 mulheres são agredidas a cada hora e muitas delas apanham por medo de denunciar o agressor ou então por serem dependentes financeiramente”, alertou.

Para reverter este ciclo, a deputada protocolou projeto de lei que garante autonomia financeira às mulheres. A parlamentar anunciou ainda, que a Comissão Externa de Combate ao Feminicídio, da Câmara dos Deputados, irá à Rondônia debater os altos índices de violência no estado, no segundo semestre deste ano. “Precisamos do apoio desta Casa para enfrentar esta dura realidade e combater esse mal que atinge em cheio as famílias rondonienses e brasileiras.”

Veja o Vídeo

Fonte: Assessoria de Imprensa

 

Ver comentários