23 de Abril de 2018
Siga o CR
×
Siga o CR

Política

Jaqueline Cassol cumpre agenda de reuniões na capital e critica “ataques na internet”

Determinada e com ânimo para encarar as atribuições inerentes ao cargo que possui junto ao Diretório Estadual dos Progressistas em Rondônia, a presidente e advogada Jaqueline Cassol iniciou no último domingo, 07, na capital rondoniense, Porto Velho, uma série de reuniões com lideranças políticas, pré-candidatos aos cargos de deputado federal e estadual e outros membros da sociedade para ouvir os anseios do povo portovelhense.

A presidente Progressista também conversou com alguns servidores públicos da esfera estadual e municipal. Alguns relataram as dificuldades enfrentadas para exercer, com dignidade, suas funções junto à administração. “Infelizmente as verdades que ouvimos são muito diferentes daquelas propagadas na rede social, pelo ‘garoto propaganda’ do governo do Estado de Rondônia. Certamente o ‘governo da cooperação’ deixará algumas lembranças significativas que serão difíceis de esquecer. Começando pelas péssimas condições das delegacias de polícia”, destacou.

Questionada sobre as pré-candidaturas ao cargo de governo do Estado e Senado Federal, a presidente Progressista foi enfática ao afirmar que o Partido terá candidato próprio, no que tange a vaga de governador e alianças para o Senado. “A oposição tenta a todo modo propagar inúmeras situações com objetivo de confundir a cabeça daqueles que almejam dias melhores para Rondônia. Existem, inclusive, àqueles que não possuem nenhum conhecimento jurídico postando notas, com base no achismo, nas mídias sociais”, pontuou.

Próximo encontro

Antes de retornar à Capital do Café, a presidente estadual Jaqueline Cassol estará reunida, na manhã desta quarta-feira, 10, em Porto Velho, com empresários ligados a área da Tecnologia da Informação. O encontro terá por finalidade discutir sobre as ferramentas capazes de monitorar as redes sociais, principalmente os perfis falsos criados exclusivamente para denegrir a honra daqueles que colocam seus nomes a disposição no pleito eleitoral. “Considero uma falta de respeito e covardia os ataques virtuais. Tenho certeza que o Poder Judiciário continuará cumprindo seu papel aplicando, principalmente na área cível, sentenças reparatórias capazes de amenizar o dano moral sofrido”, ressaltou.

Ainda sobre o assunto, “ataques virtuais”, Jaqueline Cassol fez questão de orientar que as possíveis vítimas acionem o Judiciário, por meio da defensoria pública ou advogados constituídos. “As pessoas precisam aprender que a internet não é ‘terra sem lei’ e que as atitudes com único objetivo de denegrir a imagem de outrem precisam ser punidas veementemente. Se você não gosta de determinada pessoa, suas propostas ou ações comentem, porém não seja ofensivo ou não pratique os crimes de calúnia, injúria ou difamação”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Progressistas/RO

Publicidade

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Publicidade

Curta Nossa Fanpage

Publicidade

Previsão do Tempo

Publicidade

Últimas Notícias