Siga o CR
×
Siga o CR

Política

Jaqueline Cassol reage a pesquisa e mantém propósito de concorrer a federal

“Não recuarei, porque dei minha palavra aos meus apoiadores e devo respeito ao eleitor”, declarou a progressista

A presidente estadual dos Progressistas em Rondônia, a advogada Jaqueline Cassol reagiu a uma pesquisa publicada pelo Instituto Haverrot de Política e Comunicação (IHPEC), veiculada na imprensa na manhã desta sexta-feira (06 de julho). Conforme apurado, ela está em 2º lugar entre os nomes que se destacam nas intenções de votos para concorrer ao cargo de Governo do estado de Rondônia.

À reportagem do jornal eletrônico Jornal Correio de Rondônia, a progressista foi enfática, declarando mais uma vez que não existe a hipótese de ela disputar o cargo. “Estou imensamente honrada em saber que o meu nome está em destaque, segundo os dados levantados pelo renomado instituto de pesquisa. Porém, é desconfortante saber que tais informações podem confundir a cabeça do eleitor. Por isso, faço questão de mais uma vez esclarecer que não sou pré-candidata ao Governo e sigo meu propósito, mantendo minha pré-candidatura a deputada federal”, declarou Jaqueline Cassol.

A líder progressista pontuou ainda que seu ingresso na política começou e 2014 quando disputou a eleição para Governo e desde então vem trabalhando dia a dia para construir seu projeto que é representar Rondônia no Congresso Nacional.

“São três anos e meio de dedicação, percorrendo o nosso Estado, ouvindo os eleitores, desenvolvendo atividades e iniciativas que contribuem para melhorar a vida dos rondonienses. Desde o início da pré-campanha coloquei meu nome à disposição do nosso grupo e não recuarei, porque dei minha palavra aos meus apoiadores e devo respeito ao eleitor. Enfrentarei com afinco aqueles que colocam em primeiro plano os próprios interesses e buscam a qualquer preço tumultuar o pleito eleitoral”, finalizou.

Fonte: Jornal Correio de Rondônia

Publicidade

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Publicidade

Curta Nossa Fanpage

Publicidade

Previsão do Tempo

Publicidade

Últimas Notícias