×

Presidente Laerte Gomes confirma empenho de aproximadamente R$ 98 mil para Nova Brasilândia D’Oeste

Recurso será utilizado para recuperação de estradas vicinais.

Presidente Laerte Gomes confirma empenho de aproximadamente R$ 98 mil para Nova Brasilândia D’Oeste

Foto: Marcos Figueira - ALE/RO

Já está empenhado no Departamento de Estradas de Rodagens (DER) o recurso no valor de R$ 97.953,61 fruto de emenda parlamentar de autoria do presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB). A verba será destinada a Prefeitura de Nova Brasilândia D’Oeste.

De acordo com o presidente, o montante será investido na recuperação de estradas vicinais e atende a uma solicitação do vereador, Reginaldo Gama (PR).

“O vereador nos fez esse pedido para a recuperação do trecho entre a Linha 114 e a Linha 118, no Km 4,5. Com esse benefício será possível o serviço de encascalhamento e a reabertura de quatro quilômetros do travessão”, explicou Laerte Gomes.

Publicidade

Segundo o vereador, “essa é uma estrada onde há mais de 12 anos não passava uma máquina e agora, com o apoio do presidente Laerte Gomes o travessão será reaberto e receberá o encascalhamento”, finalizou a liderança.

Ver comentários

Continue Lendo...

Eleições municipais têm mais de 545 mil candidatos

Dados estão sendo atualizados pelo TSE.

Leia Mais
Brasil terá cota adicional na exportação de açúcar aos EUA

Anúncio foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro pelas redes sociais.

Leia Mais
Jaqueline Cassol cobra recursos para ampliação do sistema de abastecimento de água de Cacoal

Em reunião com o Secretário Nacional de Saneamento, Pedro Maranhão deputada pediu agilidade nos repasses dos recursos.

Leia Mais
Presidente da Assembleia Legislativa denuncia perseguição a produtores de Rondônia pela Sedam

Parlamentar explica que há uma inversão de valores, pois quem trabalha e produz está sendo tratado como bandido.

Leia Mais
Marcos Rogério e Laerte Gomes garantem vitória para Rondônia: ANEEL rechaça aumento de energia

Segundo senador rondoniense, MP 998 obriga sistema nacional a reposicionar o Estado no mapa geolétrico, o que deve reduzir em 12% o valor das contas.

Leia Mais