×

Publicidade

Consumo consciente é fundamental para evitar desabastecimento em supermercados

Consumo consciente é fundamental para evitar desabastecimento em supermercados

Neste momento de pandemia a limitação quantitativa de produtos é uma medida necessária - Foto: Secom - Governo de Rondônia

As medidas de contenção da Pandemia do Covid-19 (novo coronavírus) fez com que muitas pessoas, temendo o desabastecimento, fossem aos supermercados para a compra de uma grande quantidade de alimentos a serem estocados. Para resolver esse tipo de situação, o Procon (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor) orienta aos consumidores para que tomem as medidas adequadas.

O coordenador estadual do Procon de Rondônia, Ihgor Rego, comentou que o medo da pandemia está provocando uma corrida aos supermercados. Ele ressalta que atitudes como estas podem influenciar no aumento do preço dos produtos e prejudicar, principalmente, consumidores com baixo poder aquisitivo.

“Na corrida dos consumidores aos supermercados, a preocupação é o aumento de preços dos produtos essenciais. A orientação, neste primeiro momento é comprar apenas o necessário, que habitualmente consome, evitando excessos”, esclarece Ihgor Rego.

Publicidade

O Código de Defesa do Consumidor (CDC) proíbe ao fornecedor limitar a venda de produtos sem que haja justo motivo. Pois bem, “neste momento de crise sanitária mundial, o órgão entende que a limitação quantitativa de produtos é uma medida necessária, garantindo que produtos essenciais alcance o maior número de pessoas, evitando, como visto num passado recente, que um único consumidor leve todo um lote de um mesmo produto”, explicou o coordenador.

A conduta individual de consumo consciente, sem estocar produtos, ajuda a evitar prateleiras vazias, onde o mercado não pode ser desabastecido e a maior quantidade de pessoas precisa de ter acesso aos produtos. Em outra frente, o Procon/RO está fiscalizando e autuando os estabelecimentos que estão aumentando os preços dos produtos de forma injustificada, do qual se vale do medo da população nesse momento de crise.

O consumidor que se deparar com algum problema associado às relações de consumo poderá registrar uma denúncia pelo e-mail do órgão: portovelho@procon.ro.gov.br, pelo telefone 151 ou mesmo pelo whatsapp (69) 9 8491-2986.

É muito importante que a população participe do processo de fiscalização, inclusive, fotografando aquilo que entende abusivo.

Ver comentários

Continue Lendo...

Rondônia registra mais 4 mortes por Covid-19 e total chega a 137

Dados foram divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde. Quase 2 mil pessoas estão curadas.

Leia Mais
DER finaliza a recuperação de mais de 20 quilômetros da RO-135

O governo de Rondônia finalizou na terça-feira (26) manutenção em mais uma rodovia por meio do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER-RO). A linha 160, na RO-135, que liga Alta Floresta…

Leia Mais
Alunos da rede estadual de Rondônia começam a receber o Cartão Alimentação Escolar

Com o brilho no olhar e emocionada, a dona de casa Arieli Dias foi a primeira a receber o Cartão Alimentação Escolar, com valor equivalente a R$ 75 (setenta de cinco reais), ofertado pelo governo…

Leia Mais
Preço do diesel cai pela 13ª semana seguida em Porto Velho

Veja a oscilação de preço nas últimas semanas na capital.

Leia Mais
Combate ao desmatamento e prevenção às queimadas são intensificados em Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), intensifica o combate ao desmatamento e prevenção às queimadas no Estado. Seguindo o  Decreto Nº 10.341, de 6 de maio de 2020, da Presidência da República,…

Leia Mais
Rondônia realiza medidas para controle da Covid-19 em aldeias indígenas

Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta terça-feira (26), o secretário de Estado da Saúde (Sesau), Fernando Máximo, juntamente com o coordenador do Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei/Porto Velho), Luiz Adroaldo Armanini Tagliani, destacaram…

Leia Mais