×

Polícia Militar lança aplicativo “PMRO Cidadão” para otimizar atendimento à população rondoniense

Polícia Militar lança aplicativo “PMRO Cidadão” para otimizar atendimento à população rondoniense

Aplicativo conta com mais de mil downloads, desde o lançamento realizado no mês de fevereiro - Foto: Edcarlos Carvalho - Secom/Governo-RO

Como forma de otimizar o serviço de Segurança Pública à comunidade rondoniense, o Governo de Rondônia, por meio da Polícia Militar (PM), lançou o aplicativo “PMRO Cidadão”, que permite, por intermédio de tecnologia facilitar o trâmite de denúncias, atendimento especializado de violência contra a mulher, inclusive o envio de fotos, vídeos ou áudios de ocorrências na sociedade em geral.

Além dessas solicitações, os usuários podem ainda, contar com o sistema de georreferenciamento, possibilitando o fácil acesso das viaturas até à localização do solicitante. Permite que as pessoas se aproximem e interajam com os projetos que são desenvolvidos pela PM. Com o novo programa, as chamadas de emergências serão recebidas, exclusivamente, pela equipe qualificada do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), que dará todos os encaminhamentos legais para atender e solucionar os casos. Para o acionar a linha, a identificação do cidadão tem que estar registrada no sistema, o que reduz antigas práticas irregulares, como o “trote telefônico”.

O comandante-geral da Polícia Militar de Rondônia, coronel Alexandre Almeida, comenta que o surgimento do aplicativo deu visibilidade aos trabalhos operacionais de segurança e à comunicação do departamento público. “Esta forma de atendimento é mais aceita pela população do Estado, à medida que conseguimos evoluir na entrada dos processos de denúncia. Anteriormente, as pessoas precisavam chamar a polícia quando necessitavam do serviço, o que gerava um grande congestionamento em nossas linhas telefônicas. Desta vez, estamos adicionando a tecnologia à disposição deste trabalho”, explica.

continua após a Publicidade

Atualmente, o aplicativo conta com mais de mil downloads, desde o seu lançamento realizado no mês de fevereiro. Além dos trabalhos principais de denúncias, o usuário pode conhecer outros serviços como o site institucional e o “museu virtual” da Polícia Militar de Rondônia. Ainda, estão em andamento o desenvolvimento de novos projetos que irão trazer mais engajamento do órgão para à sociedade.

COMO FUNCIONA O “PMRO CIDADÃO”

No aplicativo, o usuário pode acionar de forma rápida e eficaz, informando os dados do solicitante, o tipo de ocorrência, denúncia ou incidente, informações sobre eventuais práticas de violência corporal, fotos, vídeos ou áudios, indicação do local exato, data e hora do fato. Os detalhes são enviados através do aplicativo mobile gerenciado pelo Ciop, que faz uma triagem das informações repassadas para avaliar a gravidade dos fatos, acionando a guarnição da PM para o atendimento. Com isso, permite mais agilidade na comunicação, inclusive o auxílio previamente do serviço policial até o local.

Segundo o diretor de informática da corporação, major Douglas Marink, logo no início, o programa exercia somente a finalidade de denúncias. “Em parceria com a Polícia Militar e o Poder Judiciário, fizemos um investimento para aprimorar o aplicativo, principalmente no que se refere à proteção à mulher. As funcionalidades do cidadão já estão completas, porém, estamos buscamos qualificar os demais setores de serviços para melhor atender a comunidade rondoniense”, reitera o diretor.

ACESSO E CADASTRO

Para baixar e utilizar os serviços do “PMRO Cidadão” é necessário possuir um dispositivo móvel com sistemas operativos Android (https://tinyurl.com/2cnkzvmr) ou IOS (https://tinyurl.com/yy27fjzf), com tecnologia de dados móveis ou Wi-Fi e GPS.

O cadastro exige: nome, CPF, foto, data de nascimento, contato eletrônico (e-mail), telefone, endereço, além de outros dados complementares do usuário. Essas informações pessoais são confidenciais e utilizadas somente pela equipe responsável da Polícia Militar para auxiliar e proteger o cidadão. Também é necessário aceitar a política de privacidade e segurança da informação.

Para fornecer o melhor funcionamento, o cidadão deve sempre manter o telefone e cadastro atualizados, pois caso seja necessário, uma equipe qualificada entrará em contato pelo número registrado para atender o usuário em sua emergência.

PROTEÇÃO À MULHER

A proteção à mulher, amparada pela Lei Maria da Penha 11.340, de 7 agosto de 2006, é outro serviço desempenhado pela Corporação, onde é oferecido uma assistência especializada por meio do chamado “botão do pânico”. O diretor do Departamento de Comunicação da PM de Rondônia, major Alex Miranda, destaca a importância e o benefício que tem gerado uma prestação de serviço mais próxima da realidade de violência doméstica encontrada na região. “Nos casos de violência contra a mulher, o ícone do “botão de pânico” só aparece quando a vítima relata o fato pela primeira vez à polícia e, quando cadastrado em nosso sistema, é disponibilizado acesso especializado para ela. O serviço é prático e emergencial, oferecendo segurança e confiança a essas pessoas que tanto necessitam”, complementa major Miranda.

Ver comentários

Continue Lendo...

Foto: Ítalo Ricardo - Secom/Governo-RO

Quatro reeducandos foram responsáveis pela reforma.

Leia Mais
Mais de 663 jiparanaenses compareceram ao drive-thru de testes rápidos para covid-19 - Foto: Esio Mendes - Secom/Governo-RO

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesau), disponibilizou mil testes para detecção do novo coronavírus em Ji-Paraná, nesta segunda-feira (12), no formato de drive thru, que consiste na realização…

Leia Mais
Em cumprimento às medidas de restrição social, o prédio está funcionando com 30% de ocupação, e todos os protocolos de segurança contra a infecção do vírus - Foto: Esio Mendes - Secom/Governo-RO

As atividades presenciais no prédio do “Tudo Aqui”, localizado na Avenida Sete de Setembro, em Porto Velho, retornaram na última terça-feira (6). O local concentra o maior fluxo de pessoas em busca de atendimentos, principalmente…

Leia Mais
Foto: Diego Queiroz-ALE/RO

Presidente da Assembleia Legislativa acolhe solicitação da entidade que representa os servidores.

Leia Mais
As vacinas recebidas em Rondônia são automaticamente distribuídas às Regionais de Saúde, no prazo de 24 horas - Foto: Daiane Mendonça - Secom/Governo-RO

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), ao receber do Ministério da Saúde (MS) as vacinas para imunizar a população do Estado, faz a distribuição de todas as…

Leia Mais