×

Brasil negocia compra de 10 milhões de vacinas Sputnik V

Compra está condicionada ao custo do imunizante.

O Brasil negocia a compra de 10 milhões de doses de vacina contra a covid-19 Sputnik V, desenvolvida na Rússia pelo Instituto Gamaleya, informou hoje (5) o Ministério da Saúde (MS). A manifestação do interesse do país no imunizante foi feita durante reunião com representantes do laboratório União Química, farmacêutica responsável no Brasil pela vacina russa. ebc - Brasil negocia compra de 10 milhões de vacinas Sputnik Vebc - Brasil negocia compra de 10 milhões de vacinas Sputnik V

De acordo com o ministério, a decisão de avançar as negociações ocorreu após a Anvisa autorizar o novo protocolo com a simplificação do processo de concessão de uso emergencial e temporário de vacinas, dispensando a realização, no Brasil, de estudos clínicos da fase 3.

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, disse que a compra da vacina também está condicionada ao custo do imunizante, que, segundo ele, “deve ser competitivo”.

continua após a Publicidade

“Iremos contratar e comprar as 10 milhões de doses se o preço for plausível, e efetuaremos o pagamento após a Anvisa dar a autorização para uso emergencial da Sputnik V, fazendo a disponibilização imediatamente aos brasileiros”, disse Franco.

A quantidade de doses se baseou em documento apresentado à pasta pelo Fundo Soberano Russo/Instituto Gamaleya, da Rússia, onde o imunizante é fabricado. No Brasil, a vacina será produzida no Distrito Federal sob responsabilidade da farmacêutica União Química.

Segundo o ministério, pelo cronograma, o país receberia 400 mil doses uma semana após a assinatura do contrato de compra. Outros dois milhões estariam no Brasil um mês depois e mais 7,6 milhões ao longo do segundo e terceiro meses.

O secretário-executivo disse ainda que o ministério estuda a aquisição da vacina produzida pela União Química no Brasil. A expectativa é que o laboratório consiga produzir, a partir de abril, 8 milhões de doses.

“Futuramente, a depender dos entendimentos que tivermos com a União Química, interessa-nos também adquirir a produção que a empresa vier a fazer no Brasil dessa vacina”, disse Franco.

Ver comentários

Continue Lendo...

Secretários de Saúde pedem mais rigor nas medidas de restrição

Conass pede o reconhecimento legal do estado de emergência sanitária.

Leia Mais
Técnicos da Anvisa inspecionam laboratório indiano que produz Covaxin

Inspeção às instalações deve terminar na sexta-feira (5).

Leia Mais
Começa distribuição de 3,2 milhões de doses da vacina contra covid-19

Chegada de mais imunizantes permitirá ampliar grupos prioritários.

Leia Mais
Voo com 2 milhões de doses de vacinas decola da Índia

Chegada a São Paulo está prevista para as 6h55 de amanhã.

Leia Mais
Prefeitos voltam a defender vacinação de profissionais de educação

Comissão apresenta reivindicações a ministro da Saúde.

Leia Mais
Abastecimento de oxigênio no Amazonas está equalizado, diz ministério

Ainda há sobra diária de 8 mil metros cúbicos do gás.

Leia Mais