×

Publicidade

Caso de coronavírus é descartado e comitê de enfrentamento à doença mantém vigilância

Caso de coronavírus é descartado e comitê de enfrentamento à doença mantém vigilância

Foto: Reprodução/Internet

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e a Agência de Vigilância em Saúde (Agevisa) informam que as amostras coletadas de um casal que mora em Porto Velho tiveram o resultado negativo para o coronavírus e positivo para influenza B.

O casal, que estava com suspeita de coronavírus, teve as amostras coletadas e enviadas para a Fundação Oswaldo Cruz no Rio de Janeiro, que tem laboratório de referência e responsável por testes específicos para detecção do vírus, conforme protocolo do Ministério da Saúde em casos suspeitos da doença.

Apensar do resultado negativo para o coronavírus, o Estado continua vigilante. Na última quinta-feira (6), o secretário de Saúde, Fernando Máximo, participou da reunião sobre o coronavírus com o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, na Comissão de Saúde da Câmara dos Deputados, em Brasília. “Estamos estudando a fundo, acompanhando de perto as medidas tomadas, os resultados obtidos nos lugares afetados e planejando todas as estratégias. Graças a Deus, nenhum caso foi confirmado em Rondônia, e nem no restante do Brasil, mas estamos trabalhando na prevenção”, disse Fernando Máximo.

Publicidade

O Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus em Rondônia, que se encontra sob coordenação da Agevisa e Sesau, orientado pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde – Cievs/Agevisa, está atento às situações suspeitas.

PREVENÇÃO

Com tosse, febre ou contato com alguém que esteve na China recentemente e está apresentando sinais suspeitos ou já confirmados do coronavírus:

Evitar contato com outras pessoas

Evitar compartilhar talheres, copos, garrafas e escova de dente

Evitar tossir perto das pessoas, utilizar lenço no rosto ao espirrar e tossir

Lavar as mãos muitas vezes por dia

Usar máscara para evitar disseminar partículas e gotículas de saliva

Evitar colocar a mão na boca, olhos e nariz

Manter as janelas abertas e lugares arejados

Evitar aglomerados de pessoas

Cozinhar ou fritar bem as carnes e ovos

Caso apresente os sintomas, principalmente se a pessoa tiver tido contato com alguém que esteve recentemente na China, o fluxo de atendimentos para quem têm suspeitas é procurar unidades básicas de saúde ou as Unidades de Pronto Atendimento (UPA’s).

Ver comentários

Continue Lendo...

Pessoas que tiveram contato com infectado por Covid-19 são monitoradas

Governos federal e de São Paulo monitoram 34 pessoas.

Leia Mais
Fhemeron lança campanha de Carnaval para aumentar estoque

O carnaval chegou e junto com ele a diversão, mas também preocupação e responsabilidade. Por isso no mês do carnaval a Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Rondônia (Fhemeron) intensificou as ações para enfrentar o…

Leia Mais
Câmara aprova ultrassom obrigatório para mulheres com risco de câncer

Exame é mais preciso que mamografia para detectar câncer de mama.

Leia Mais
'Dia D' contra o sarampo será neste sábado e terá 11 postos de vacinação em Ji-Paraná, RO

Unidades Básicas de Saúde (UBS) devem atender das 07h30 às 13h. População na faixa etária de cinco a 19 anos são o público-alvo da campanha.

Leia Mais
Campanha de vacinação é intensificada em crianças e jovens

Rondônia recebeu no final do ano passado cerca de 100 mil doses de vacinas tríplice viral para combater o sarampo, caxumba e rubéola. A campanha nacional de vacinação iniciou na última segunda-feira (10) e segue até…

Leia Mais
Consultores iniciam projeto do novo pronto-socorro de Rondônia

A construção do novo Hospital de Emergência e Urgência de Rondônia (Heuro), em Porto Velho, avançou mais um passo. Os consultores da Fundação Escola de Sociologia Política (Fesp), empresa contratada para conduzir o projeto de modelagem…

Leia Mais