×

Especialista alerta para o diagnóstico precoce do câncer

Especialista alerta para o diagnóstico precoce do câncer

O médico urologista, Eládio Bosco Dorásio, explica que a partir dos 50 anos de idade, a próstata começa a crescer - Foto: Dislene Queiroz - Secom/Governo-RO

O câncer pode surgir em qualquer parte do corpo. Entretanto, alguns órgãos são mais afetados do que outros. As dez principais mortes por câncer (Neoplasia Maligna) equivalem a 44,79% dos óbitos em Rondônia em 2019, somando 288 óbitos, dados até 01 de outubro da fonte SIM/Agevisa.

As principais neoplasias malignas como causa de morte na população masculina rondoniense, na faixa etária de 20 a 59, são: estômago, fígado vias biliares, brônquios e pulmões, encéfalo, esôfago, cólon, mieloide, pâncreas, próstata e em décimo lugar o câncer de rim.

“Na faixa etária de 50 a 59 anos é onde registramos altos índices, foram 15 mortes causadas por câncer de estômago e 13 de fígado. De próstata foram 5, atualmente esse tipo de câncer está como nona causa de morte por neoplasias na nossa região. O alerta que fazemos é sempre focado na prevenção. O homem não pode descuidar”, analisa a coordenadora da Gerência em Programas Estratégicos em Saúde (GPES), Annelise Medeiros.

Publicidade

O técnico administrativo Luiz Gonzaga Pereira, 62 anos, precisa redobrar os cuidados por diversos fatores ligados à idade e também aos hábitos. Depois de levar um susto, ao descobrir que a próstata havia expandido, em 2017, Luiz Pereira faz acompanhamento rigoroso.

“Primeiro eu tive um problema nos rins, vieram os cálculos renais, eu sentia muita dor e, de repente, meu rim parou. Quando fui fazer a cirurgia para colocar o cateter, o médico descobriu que a minha próstata estava aumentada e decidiu fazer uma raspagem. Agora eu faço acompanhamento tanto dos rins quanto da próstata”, explica.

Aliviado, o técnico disse que já fez duas biópsias e ambas deram negativas para neoplasia maligna.

O médico urologista, Eládio Bosco Dorásio, que atende na Policlínica Oswaldo Cruz, em Porto Velho, explica que em geral, a partir dos 50 anos de idade, a próstata começa a crescer, o que é chamado de Hiperplasia Prostática Benigna (HPB), um curso natural do organismo masculino. E que, como a próstata não para de crescer, a uretra fica comprimida, podendo causar a obstrução total e causando insuficiência renal.

“A doença tem tratamento, que alivia os sintomas e retarda a progressão da HPB. Por isso é importante o homem consultar o médico para fazer os exames de rotina e os complementares como PSA ( proteína que é liberada em altos níveis pela próstata quando há câncer, inflamação e infecção) e o toque retal. É questão de saúde, não pode existir preconceito. Devem fazer os exames de prevenção os homens de 45 anos, pra quem tem fator de risco, e 50 pra população masculina em geral”, alerta o especialista.

Felizmente, no caso de Luiz Gonzaga, o resultado deu negativo. Mas em casos de diagnóstico de câncer de próstata o tratamento consiste em cirurgia e radioterapia.

O diagnóstico precoce possibilita melhores chances de tratamento. A porta de entrada para o homem iniciar a prevenção é através da atenção básica, ou seja, na unidade básica de saúde mais próxima de sua residência.

 

Ver comentários

Continue Lendo...

Anvisa libera venda de produtos derivados da Cannabis no Brasil

A Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, negou o plantio de maconha para uso medicinal, mas autorizou a fabricação de produtos derivados da Cannabis. A decisão desta terça-feira estabelece uma série de requisitos para a…

Leia Mais
Agevisa lança o Dezembro Vermelho contra Aids em Rondônia

Em uma hora de trabalho, mais de 50 pessoas visitaram na manhã desta quinta-feira (28) a sala do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) na Policlínica Oswaldo Cruz, para testes de HIV e conhecimento de…

Leia Mais
Especialistas alertam: hábitos saudáveis e consulta médica regular ajudam a reduzir os riscos de câncer

Dia 27 de novembro é o dia Nacional de Combate ao Câncer e tem como objetivo ampliar o conhecimento da população brasileira sobre a doença, principalmente sobre a sua prevenção. De acordo com a Organização…

Leia Mais
Mutirão para cirurgias de catarata deve zerar a fila da regulação em Rondônia, prevê o governo estadual

Neste fim de semana, a Sol Oftalmologia lotou com homens e mulheres em mutirão de cirurgias de catarata*. Até o final do mês, mais quatrocentas pessoas serão operadas no mutirão organizado pela Secretaria Estadual de…

Leia Mais
Operação Sorriso realiza 55 cirurgias em pacientes com fissuras labiopalatinas

O projeto “Operação Sorriso”, com a parceria da Secretaria Estadual de Saúde e Hospital Santa Marcelina, irá realizar de 4 a 7 de dezembro as cirurgias de lábio leporino e fenda palatina. Para participar da…

Leia Mais
Heróis do Bem emocionam e alegram crianças internadas

Os personagens do universo infantil que encantam as crianças, como o Capitão América, Homem Aranha, Super-Homem, Batman, Mulher Maravilha, entre outros, levaram muita alegria aos pequenos pacientes internadas no Hospital Infantil Cosme e Damião (HICD),…

Leia Mais