×

Transplante de rins e córneas avançam na saúde pública de Rondônia em 2019

Transplante de rins e córneas avançam na saúde pública de Rondônia em 2019

Captação de doadores são viabilizados nas cidades de Porto Velho, Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena. - Foto: Ítalo Ricardo - Secom/Governo-RO

Em 2019, foram realizados em Rondônia 109 transplantes de rins e córneas. Os  procedimentos são coordenados e executados pela Central Estadual de Transplantes e a parte hospitalar (internações e cirurgias) acontece no Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro (HBAP), em Porto Velho.

Dos 109 transplantes, 18 foram de rins, um percentual maior do que em 2018, que foram 12 transplantes renais.

Desde que foi iniciado o procedimento no Estado, já foram realizados 96 transplantes deste tipo de órgão, mas a equipe acompanha outros 215 pacientes que foram transplantados em outros estados e que residem em Rondônia. Atualmente, 117 pacientes estão em lista (esperando órgãos).

Publicidade

De acordo com a coordenadora da Central de Transplante, Edcléia Gonçalves, o aumento no número de doadores de rins foi positivo, porém poderia ser maior se a recusa por parte das famílias não fosse tão grande ainda. Para  superar o número de recusa de doações, as equipes atuam 24 horas conscientizando as famílias, o que refletiu no aumento de doações.

“Todos os pacientes que necessitam do transplante entram automaticamente no sistema depois de avaliados pela equipe e são inscritos em lista tanto córneas como de rins. Então começa ser acompanhado até ser contemplado por um órgão ou tecido”, explicou a coordenadora.

O transplante de córnea é o mais realizado, pois, além de ser um tecido muito resistente, ele pode ser armazenado por até 14 dias após a doação, facilitando o trabalho da equipe chamada de Organização para Procura de Órgãos (OPO) e a Comissão Intra-Hospitalar para Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT), são profissionais que realizam a busca ativa de doadores de órgãos na Capital e no interior do Estado.

“Em 2019 foram 91 transplantes de córneas, porém em 2018 foram 123, nós percebemos que isso se deve ao número de notificação de um potencial doador que diminuiu, mas desde que iniciou já foram transplantadas 506 córneas”, explica a coordenadora.

Durante um transplante, aproximadamente 10 pessoas participam da cirurgia. Os pacientes transplantados recebem acompanhamento antes, durante e depois da cirurgia, pois a recuperação é considerada de fundamental importância para o sucesso do transplante.

Os principais critérios que definem a escolha do paciente são tempo de espera e urgência. A lista é gerenciada pela Central de Transplantes. Nem o doador, nem a família podem escolher para quem vão os órgãos.

Rondônia também faz a intermediação para transplantes de coração, fígado, médula, pâncreas, pulmão e rins. Cerca de 540 processos foram intermediados através da Central.

As cirurgias de captação são realizadas no próprio Hospital de Base e os doadores são viabilizados nas cidades de Porto Velho, Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena.

MUDANÇAS

No mês de dezembro, devido à necessidade de reorganização de fluxo de exames, o serviço de pós-transplante renal sofreu uma paralisação temporária. Para que fosse corrigido, houve uma mudança de fluxo na realização dos exames de biopsias para transplante renal. As demais solicitações para o bom andamento do serviço também já estão sendo solucionadas para o retorno dos exames.

Os exames de histocompatibilidade (doador/receptor) continuam e os atendimentos ambulatoriais também prosseguem na Policlínica Oswaldo Cruz para os transplantados renais.

 

Ver comentários

Continue Lendo...

Governo de Rondônia oferece mil vagas em mutirão de Catarata na região do Café

O governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), inicia em fevereiro, em Cacoal, a segunda etapa do mutirão de cirurgias de catarata, dando continuidade ao projeto de zerar a fila…

Leia Mais
Governo de Rondônia realiza mutirão de cirurgias ortopédicas em Cacoal

Serão 15 dias de cirurgias com uma intensificação nos finais de semana.

Leia Mais
Rondônia registra redução de 44% nos casos de HIV em grávidas em 2019

Em 2019, Rondônia registrou uma redução no índice de mulheres grávidas contaminadas pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) de 44%. Os números são positivos frente aos dados nacionais divulgados pelo Ministério da Saúde, que apresentou…

Leia Mais
Apoio da população é fundamental para prevenir dengue, zika e chikungunya em Rondônia

Com sete municípios em risco para a proliferação do mosquito Aedes aegypti e 31 municípios em alerta, a Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) reforça à população de Rondônia sobre os cuidados para evitar…

Leia Mais
Centro de Diagnóstico por Imagem realizou mais de 18 mil exames no primeiro ano de atendimento

Neste sábado (21), o Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI) completa um ano de funcionamento na Capital. O CDI é referência em exames de alta complexidade, como ressonância magnética, ultrassonografias, tomografias, raios-x, endoscopia, mamografias, entre…

Leia Mais
Primeiro implante de marca-passo cerebral é realizado em Rondônia

Há dez anos sofrendo com a doença de Parkison, o idoso Antônio Marques Souza, 68 anos, foi o paciente a fazer a primeira cirurgia de marca-passo cerebral em Rondônia pelo Sistema Único de Saúde (SUS)….

Leia Mais